Sindicato dos Produtores Rurais e ex-prefeita Beia Savassi são inocentados de ação de desvio de finalidade de verba pública

A ação foi movida pelo MPMG em razão de repasses feitos pelo município para custeio de parte das despesas com a realização da Fenamilho.
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

No início de 2019, o Ministério Público de Minas Gerais moveu ação civil pública  contra a ex-prefeita de Patos de Minas Maria Beatriz de Castro Alves Savassi e o Sindicato dos Produtores Rurais de Patos de Minas, alegando desvio de finalidade de verba pública, em razão de repasses feitos pelo município para custeio de parte das despesas com a realização a Festa Nacional do Milho nas edições relativas aos anos de 2009, 2010, 2011 e 2012.

Depois de mais de um ano de tramitação, foi publicada sentença hoje (14/08/2020), QUE julgou totalmente improcedente a pretensão deduzida na inicial pelo Ministério Público, declarando extinto o feito.

Na sentença, o magistrado destaca que “o repasse concedido pelo Município ao Sindicato foi devidamente utilizado, sem qualquer fim lucrativo, como forma de efetivar a festa cultural do município do interior mineiro, tendo a subvenção se revertido à própria sociedade, na forma de pagamento de despesas e de recursos humanos essenciais para o funcionamento do evento público cultural, que também comemora o aniversário da cidade.”

QUAL SUA OPINIÃO? COMENTE!

Os comentários não refletem a opinião do portal. A responsabilidade dos comentários é integralmente de seus autores. Comentários que são considerados como spam ou ofensivos devem ser denunciados diretamente ao Facebook. O Patos Notícias se reserva ao direito de remover postagens que violem seus termos de uso ou as leis vigentes sem prévia notificação. 

NOTÍCIAS RELACIONADAS

REPORTAR ERRO

Sua privacidade é muito importante pra nós! Usamos cookies, rastreadores, para exibir anúncios e conteúdos com base em suas preferências. Os cookies não permitem acesso a informações particulares, como nome, endereço, etc. Conheça nossa política de privacidade e nossos termos de uso.