Seleção Brasileira de Saltos Ornamentais tem equipe definida para o Mundial de Budapeste

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

O Brasil será representado pelos integrantes do Time Brasil nos Jogos Rio 2016, e mais dois atletas que também garantiram a vaga na equipe.

O Parque Aquático Maria Lenk foi o cenário para a definição neste sábado, dia 20, da equipe de saltos ornamentais que defenderá o país no Campeonato Mundial FINA de Budapeste. O Troféu Brasil de Saltos foi a última seletiva para o Mundial dos Esportes Aquáticos na Hungria e após a etapa ficou definido que o Brasil será representado pelos integrantes do Time Brasil nos Jogos Rio 2016, Giovanna Pedroso, Ian Matos, Ingrid Oliveira e Tammy Galera, além de Isaac Souza e Luana Lira.

O dia começou animado, com as meninas da Plataforma disputando salto a salto as maiores pontuações e índices. Ingrid Oliveira, com 329,55 garantiu a primeira colocação e, mais uma vez, fez pontos suficientes para disputar a prova na Hungria.

- Continua depois da publicidade -

Giovana Pedroso, com 308,10 pontos somados, ficou a com a medalha de prata e, assim como Ingrid, confirmou sua presença na prova de plataforma no Mundial da FINA.

 “Foi a primeira vez que alcancei essa pontuação com a minha série completa. Sei que ainda tenho muito para ajustar. No Mundial eu espero estar bem melhor e conseguir uma pontuação mais alta do que no meu primeiro mundial adulto, em Kazan 2015”, disse Giovanna.

Na sequência foi a vez do Trampolim masculino, em que Ian Matos saltou para o ouro ao somar 418,30 pontos. Ian superou índice para representar o país no Mundial da Hungria, em julho próximo.

 “Queria muito fazer esse índice. Estou bem tranquilo agora, mas fiquei preocupado quando soube do índice, que estão altos. No próximo mundial, quero fazer uma prova como fiz nestas eliminatórias” analisou Ian.

Do trampolim feminino vieram mais duas confirmações de presenças no Mundial. Tammy Galera, com 297,65 pontos, garantiu a medalha de ouro e ultrapassou o índice do mundial.

“Não poderia ser melhor. Já tinha tentado algumas vezes e bati na trave, mas vim completamente preparada, convencida que esse índice iria sair. Agora vamos treinar mais, focar mais. Temos dois meses que passam muito rápido, para chegar e melhorar a pontuação”, comentou Tammy.

Luana Lira somou 262,65 pontos mas, pela nota alcançada em fevereiro, na seletiva da modalidade (287,30 pontos), garantiu seu lugar na seleção e vai representar o país na Hungria. Na última prova do Troféu Brasil 2017, Plataforma masculina, Isaac Souza conquistou a medalha de ouro e alcançou índice para o Mundial com 454,55 pontos.

Ingrid Oliveira/ Foto: Divulgação/CBDA

Fonte: Time Brasil

Por: Fernanda Oliveira – Esporte NET

QUAL SUA OPINIÃO ? COMENTE!

Os comentários não refletem a opinião do portal. Não nos responsabilizamos por eles e em caso de descontentamento use a opção “Denunciar ao Facebook”. Você está sujeito aos nossos Termos de Uso.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

- Continua depois da publicidade -