Seleção Brasileira de Paraciclismo termina Copa do Mundo de Maniago, na Itália com três medalhas

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Lauro Chaman conquistou um ouro e um bronze, e Jady Malavazzi conquistou um bronze.

A modalidade de ciclismo foi a que mais se destacou nos últimos três dias em relação aos bons resultados do Brasil nas disputas paralímpicas. O paulista de Araraquara Lauro Chaman, classe C5 (deficiência físico-motora em bicicletas convencionais), com um ouro no contrarrelógio e uma prata na prova de resistência, e a paranaense Jady Malavazzi, classe H3 (deficiência físico-motora em handbikes), com a prata na prova de resistência, foram os responsáveis por levar o Brasil ao pódio na Copa do Mundo de Estrada, em Maniago, na Itália. As conquistas de Lauro, o colocaram na liderança das etapas de Copa do Mundo de Estrada nesta temporada.
 
Chaman e Jady voltam a competir nesta semana, na Bélgica, em mais uma etapa da Copa do Mundo de Ciclismo de Estrada. As provas começam dia 18 e se estendem até 21 deste mês.
 
“Queria agradecer a todos que me apoiam: comissão técnica, CPB, Confederação de Ciclismo. Graças à estrutura que tenho, consigo me dedicar apenas aos treinos.  Vou dar o meu máximo para manter esta camisa de líder até o final. Estou muito feliz por ter começado o novo ciclo ganhando medalhas. Nunca me senti tão bem na minha carreira”, comentou Lauro. Na próxima semana, o atleta compete na etapa da Bélgica da Copa do Mundo. 

- Continua depois da publicidade -

Jady Malavazzi conquistou a medalha de prata na prova de resistência, classe H3/ Foto: Divulgação/ CPB

Fonte: CPB

QUAL SUA OPINIÃO ? COMENTE!

Os comentários não refletem a opinião do portal. Não nos responsabilizamos por eles e em caso de descontentamento use a opção “Denunciar ao Facebook”. Você está sujeito aos nossos Termos de Uso.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

- Continua depois da publicidade -