Secretário de Zema diz que seguirá no projeto de terceirizar a administração do HRAD

Decisão judicial determinou a suspensão do edital de contratação. Fábio Baccheretti disse que o governo recorrerá.
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

O Secretário de Estado de Saúde, Fábio Baccheretti, acompanhou o governador Romeu Zema (NOVO) em visita a Patos de Minas nesta sexta-feira (23).

Fábio informou, em entrevista coletiva, que o estado mantém o projeto de terceirização da administração do Hospital Regional Antônio Dias (HRAD). Segundo Fábio Baccheretti a advocacia geral do estado está recorrendo da decisão judicial que determinou a suspensão do edital de contratação da Organização Social (O.S). “Não há dúvidas para o governo de que é o melhor caminho para o hospital”

O jornalista Lélis Félix, do Patos Notícias, questionou o secretário a respeito do diálogo com os profissionais que atuam no HRAD e os usuários. Baccheretti  disse que se reuniu com servidores e com o conselho estadual de saúde. O conselho e parte dos servidores se posicionaram contra a terceirização. Questionado sobre essa recusa, Flávio afirmou:

O estado como premissa ele tem a capacidade de achar o melhor caminho como gestão, tem várias experiências ruins e boas com relação ao modelo, mas o que a gente percebe, dentro do que tudo que se apresenta de dados, que no modelo que está sendo proposto iremos aumentar mais de 50% o atendimento à população com o mesmo custo. Não há dúvidas para o governo do estado que é um grande benefício para a população, não há dúvidas que não haverá nenhum prejuízo para os servidores.

QUAL SUA OPINIÃO ? COMENTE!

1 Comentário
O mais novo
Mais antigo mais votado
Inline Feedbacks
View all comments
Usuaria
23/04/2021 13:41

Se tiver OS no Regional quem vai perder é nós usuários. Vamos ter outro Sao Lucas. As OS vão pegar a grana que o governo da para o hospital, por no bolso e comprar só material de péssima qualidade pois quanto mais sobrar mais eles embolsar. O controle do dinheiro vai ser de uma empresa privada. QUEM JÁ VIU EMPRESAS PARTICULARES NÃO VISAR SEU PROPRIO LUCRO. SE A POPULAÇÃO NÃO LUTAR PERDEREMOS O POUCO QUE RESTOU PARA O POBRE.

A responsabilidade pelo comentário é totalmente de seu respectivo autor. Comentários com 15 votos negativos a mais que positivos serão removidos automaticamente. Para denunciar um comentário ofensivo clique na bandeira vermelha.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

NEWSLETTER

REPORTAR ERRO

Sua privacidade é muito importante pra nós! Usamos cookies, rastreadores, para exibir anúncios e conteúdos com base em suas preferências. Os cookies não permitem acesso a informações particulares, como nome, endereço, etc. Conheça nossa política de privacidade e nossos termos de uso.