Santa Casa é apresentada como solução para o colapso na saúde de Patos de Minas

Hospital funcionará no atual Centro Clínico do UNIPAM, que será ampliado com mais três andares.
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

A FEPAM e a prefeitura apresentaram na tarde desta terça-feira (29/06) a Santa Casa de Misericórdia de Patos de Minas. O anuncio foi feito no Centro de Convenções do Centro Universitário de Patos de Minas – UNIPAM.

A Santa Casa vem com a missão trazer amparo e acolhimento à população regional nas suas necessidades de atendimento médico hospitalar pelo sistema SUS de saúde. Em parceria com a Fundação Educacional de Patos de Minas – FEPAM busca preencher o vazio hospitalar do SUS, sem precedentes.

Através da parceria com a FEPAM, que cedeu o imóvel localizado na Avenida Marabá, a Santa Casa de Misericórdia será instalada num local central e de fácil acesso a população. Um projeto que contará com a expansão do prédio do Centro Clínico para mais três andares.

O presidente da Santa Casa de Misericórdia de Patos de Minas é o empresário e produtor rural Marco Antônio Nasser de Carvalho. O vice-presidente é Lucas Ribeiro Marques Campos de Oliveira e o secretário do Conselho de Administração é o ex-vice-prefeito de Patos de Minas, Paulo Roberto Mota.

Durante o pronunciamento, o presidente disse que a criação da Santa Casa foi através de uma iniciativa de Paulo Mota, o médico Alfredo Nakao e o pastor Claudio Pacheco.

O presidente da FEPAM, Paulo Vinícius Piva Hartmann, anunciou a expansão do prédio do Centro Clínico do UNPAM, que terá mais três andares. O atual reitor do UNIPAM, Milton Roberto, ressaltou que além de um grande ganho para a saúde, a parceria também será um enorme ganho para a educação.

O prefeito Luís Eduardo Falcão ressaltou que esta é uma união de esforços da sociedade patense em prol da saúde. A secretária municipal de saúde, Ana Carolina Magalhães, disse que Patos de Minas ganha um hospital para atender toda a região.

A parceria visa inicialmente absorver os 70 leitos clínicos, 30 UTI’s adultas, 20 UTI’s neonatais, hemodiálise e maternidade, além de suprir toda a demanda de cirurgias eletivas do município.

QUAL SUA OPINIÃO? COMENTE!

NOTÍCIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

NEWSLETTER

REPORTAR ERRO

Sua privacidade é muito importante pra nós! Usamos cookies, rastreadores, para exibir anúncios e conteúdos com base em suas preferências. Os cookies não permitem acesso a informações particulares, como nome, endereço, etc. Conheça nossa política de privacidade e nossos termos de uso.