Roubo: Homem fica amarrado por quatro horas em milharal

Criminosos levaram um caminhão carregado com 26 bezerras.
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Um homem de 52 anos viveu momentos de terror após ter seu caminhão roubado por criminosos armados na zona rural de Patrocínio. O crime aconteceu na tarde de ontem, quarta-feira (22).

Segundo informações da Polícia Militar, o motorista estava transitando com o caminhão Mercedes Benz de cor vermelha, placa GQG-9666, pela estrada vicinal próxima ao pontilhão “Kitute”, carregado com 26 bezerras Nelori de cor branca, com a marcação “JE” na anca direita de cada uma, quando foi surpreendido por três indivíduos em um veículo GM/Corsa de cor verde.

- Continua depois da publicidade -

Um dos bandidos estava armado com revólver grande e de cor preta, calibre .38. Após conseguirem parar o caminhão, dois autores colocaram a vítima dentro do veículo Corsa, sendo que um infrator conduziu o caminhão e os outros dois foram no veículo Corsa com a vítima, tendo eles transitado por aproximadamente 30 minutos e, em seguida, parado em um milharal, onde amarraram-na pelas pernas.

Naquele local a vítima permaneceu com um dos autores por aproximadamente quatro horas, sendo que por volta das 20 horas um dos infratores chegou em um veículo Peugeot de cor escura, dentro do qual colocaram a vítima e transitaram por aproximadamente 15 minutos, momento em que a abandonaram em um milharal próximo à cidade de Romaria e evadiram tomando rumo ignorado.

Além do caminhão com as bezerras também foram levados cartões e documentos pessoais da vítima. Foram realizados rastreamentos visando recuperar os bens subtraídos, bem como identificar, localizar e prender os criminosos, no entanto, até o momento sem êxito.

- Continua depois da publicidade -

QUAL SUA OPINIÃO ? COMENTE!

Os comentários não refletem a opinião do portal. Não nos responsabilizamos por eles e em caso de descontentamento use a opção “Denunciar ao Facebook”. Você está sujeito aos nossos Termos de Uso.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

- Continua depois da publicidade -