Rosa Weber nega pedido para interferir em votação sobre denúncia contra Temer

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

A ministra do Supremo Tribunal Federal (STF) Rosa Weber negou há pouco o mandado de segurança impetrado mais cedo por cinco deputados que pretendiam garantir manifestação do procurador-geral da República, Rodrigo Janot, na votação da Câmara dos Deputados sobre autorização para o prosseguimento da denúncia apresentada contra o presidente Michel Temer.

Na decisão, a ministra entendeu que não cabe intervenção judicial na votação por se tratar de questão interna da Câmara.

Os deputados pediram ainda que fosse votado no plenário da Câmara não o parecer da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), que rejeitou denúncia de corrupção passiva contra o presidente Temer, mas a peça acusatória em si, redigida por Janot.

A liminar foi motivada pelos deputados Glauber Braga (PSOL-RJ), Alessandro Molon (Rede-RJ), Carlos Zarattinni (PT-SP), Alice Portugal (PCdoB-BA) e Júlio Delgado (PSB-MG).

 

Fonte: Agência Brasil

QUAL SUA OPINIÃO? COMENTE!

Os comentários não refletem a opinião do portal. A responsabilidade dos comentários é integralmente de seus autores. Comentários que são considerados como spam ou ofensivos devem ser denunciados diretamente ao Facebook. O Patos Notícias se reserva ao direito de remover postagens que violem seus termos de uso ou as leis vigentes sem prévia notificação. 

NOTÍCIAS RELACIONADAS

REPORTAR ERRO

Sua privacidade é muito importante pra nós! Usamos cookies, rastreadores, para exibir anúncios e conteúdos com base em suas preferências. Os cookies não permitem acesso a informações particulares, como nome, endereço, etc. Conheça nossa política de privacidade e nossos termos de uso.