Rodovias paulistas têm tráfego intenso na volta do feriado de Ano-Novo

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

As rodovias paulistas têm tráfego intenso no retorno do feriado de Ano-Novo nesta segunda-feira (1º). Por volta das 16h, o trecho de serra da Rodovia dos Imigrantes, que liga São Paulo à Baixada Santista, registrava 10 quilômetros (km) de engarrafamento, do km 61 ao km 50, no sentido capital. De acordo com a Ecovias, concessionária que administra o Sistema Anchieta-Imigrantes, os demais trechos tinham tráfego normal no mesmo horário.

A estimativa da Agência Reguladora de Serviços Públicos Delegados de Transporte do Estado de São Paulo (Artesp) é que 2,7 milhões de veículos circulem pelas rodovias paulistas neste feriado, tanto na saída quanto no retorno à capital. O pico de tráfego nesse sentido deve ocorrer das 12h às 23h de hoje, informou o órgão.

Na Rodovia dos Bandeirantes, que liga São Paulo às cidades do interior do estado, o trecho engarrafado está entre o km 15 e km 13, no sentido capital. As informações são da concessionária Autoban, que administra o Sistema Anhanguera-Bandeirantes. Na altura de Campinas, a Bandeirantes tem trecho congestionado do km 80 ao km 77.

No sentido interior, as rodovias Castello Branco e Raposo Tavares registravam tráfego normal por volta das 16h. A Ayrton Senna e a Carvalho Pinto, que levam às cidades do interior e dão acesso às estradas no sentido litoral, tinham fluxo normal na tarde desta segunda-feira.


Problemas em visualizar essa matéria? Clique aqui e confira a íntegra.


Fonte: Agência Brasil

QUAL SUA OPINIÃO? COMENTE!

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
A responsabilidade é do respectivo autor. Eles não expressam a opinião do Patos Notícias. Comentários com 15 votos negativos a mais que positivos serão removidos.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

NEWSLETTER

REPORTAR ERRO

Usamos cookies para exibir anúncios e conteúdos com base em suas preferências.  Conheça nossa política de privacidade e nossos termos de uso.