Rodoviários do Rio votam nesta tarde nova proposta em assembleia

Compartilhe

COMPARTILHE NAS REDES SOCIAIS!
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram

Os rodoviários em greve no Rio de Janeiro decidem, em assembleia agora à tarde, se aceitam uma nova proposta apresentada pelas empresas de ônibus, após mediação da Prefeitura do Rio de Janeiro. A paralisação da categoria, que começou hoje (11) é por tempo indeterminado, e afetou a rotina dos cariocas que, desde cedo, lotam pontos de ônibus e esperam mais tempo do que o normal para se deslocar pela cidade. 

Rodoviários do Rio fazem paralização. Vários ônibus ficam parados na Avenida Brasil com os pneus furados.

Nesta segunda-feira, os cariocas estão passando mais tempo nas paradas de ônibus, à espera de transporte (Tânia Rêgo/Agência Brasil)

Os rodoviários decretaram a greve após dois anos sem aumento. Eles pedem porque 10% de reajuste, e as empresas ofereceram, inicilamente, 4% – 2% em junho e 2% em novembro. 

Diante do impasse, a prefeitura convocou uma reunião de emergência com os dois lados, e o resultado foi uma proposta intermediária, em que os rodoviários receberiam reajuste de 3,5% em junho e 3,5% em novembro, além do aumento de 50% na cesta básica e a manutenção de todas as cláusulas do acordo coletivo.

Caso a proposta seja aprovada, a greve deve terminar.

O presidente do Sindicato dos Motoristas e Cobradores de Ônibus do Rio de Janeiro, Sebastião José, que participou da reunião na sede da prefeitura, disse que a proposta não é boa, mas é razoável. “Diante do cenário político e econômico e da crise, nos parece uma proposta razoável. Mas não é boa.”

FONTE: Agência Brasil

🔔 ATIVAR NOTIFICAÇÕES

QUAL SUA OPINIÃO? COMENTE!

Os comentários não representam a opinião do Patos Notícias. A responsabilidade pelos comentários é dos respectivos autores.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

NEWSLETTER

REPORTAR ERRO

Sua privacidade é muito importante pra nós! Usamos cookies, rastreadores, para exibir anúncios e conteúdos com base em suas preferências. Os cookies não permitem acesso a informações particulares, como nome, endereço, etc. Conheça nossa política de privacidade e nossos termos de uso.