Rio Paranaíba tem três casos confirmados de dengue

A Secretaria de Saúde segue nos esforços de combate aos criadouros do mosquito Aedes aegypti.
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Aedes aegypti
Foto: Divulgação/Fiocruz

A cidade de Rio Paranaíba já registrou nove notificações de dengue neste ano de 2019. De acordo com Vanilda Leonor, Coordenadora da Epidemiologia, quatro casos deram negativo e outros três positivos. Além disso, outros dois estão pendentes de resultados de exames.

O último LIRAa – Levantamento rápido de índices para Aedes aegypti – teve como resultado 2.9, ou seja, risco médio de infestação.

A Secretaria de Saúde do município segue empenhada no combate ao mosquito transmissor. Os agentes de endemias realizam visitas, e também, promovem mutirões para eliminar os criadouros  do Aedes aegypti.

Vale destacar que a dengue hemorrágica, tipo mais grave da doença, pode levar a morte.

Dengue

Dados do ministério apontam que, até 3 de dezembro de 2018, foram notificados 241.664 casos de dengue em todo o país – um pequeno aumento em relação ao mesmo período de 2017 (232.372 casos). A taxa de incidência, que considera a proporção de casos por habitantes, é de 115,9 casos para cada 100 mil habitantes.

Em relação ao número de óbitos causados pela doença, a queda é de 19,3% quando comparado ao mesmo período de 2017, passando de 176 mortes para 142.

Chikungunya

No mesmo período, foram notificados 84.294 casos de chikungunya no Brasil – uma redução de 54% em relação ao mesmo período de 2017 (184.344 casos). A taxa de incidência da doença é de 40,4 casos para cada 100 mil habitantes.

Em relação ao número de óbitos, a queda é de 81,6% quando comparado ao mesmo período do ano anterior, passando de 191 mortes em 2017 para 35.

Zika

Os números mostram ainda que, até 3 de dezembro, foram notificados 8.024 casos de zika em todo o país – uma redução de 53% em relação ao mesmo período de 2017 (17.025 casos). A taxa de incidência é de 3,8 casos para cada 100 mil habitantes.

Em 2018, foram registrados quatro óbitos causados pelo vírus Zika.

Triângulo NotíciasCom Agência Brasil e Ministério da Saúde

QUAL SUA OPINIÃO ? COMENTE!

Os comentários não refletem a opinião do portal. Não nos responsabilizamos por eles e em caso de descontentamento use a opção “Denunciar ao Facebook”. Você está sujeito aos nossos Termos de Uso.

NOTÍCIAS RELACIONADAS