Réveillon em Arapuá contará com shows e queima de fogos; serão dois dias de festa

De acordo com a organização, milhares de participantes, entre moradores e visitantes, são aguardados para participarem do evento.
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Foto: Triângulo Notícias

A população de Arapuá e da região está ansiosa para o Réveillon 2018. A festa já é uma tradição no município e todos os anos a Praça São João Batista fica lotada de pessoas que escolhem a cidade para saudar o ano que se inicia.

Nesta edição serão dois dias de festa. No próximo sábado (30/12), a partir das 22 horas haverá show com a dupla Kauê e Vinhal que animará o penúltimo dia do ano. Já no domingo, véspera de ano novo, a banda Chakalaka voltará a Arapuá para garantir uma virada inesquecível. Com um repertório super eclético e cativante, o grupo colocará todos para dançar e cantar.

- Continua depois da publicidade -

As 23:59 haverá a tão esperada contagem regressiva e a meia noite uma linda queima de fogos que durará aproximadamente 20 minutos. De acordo com o prefeito, João Terto, o show no céu da cidade será um espetáculo único.

O evento é realizado com fundos da Secretaria de Cultura e contará com o apoio e segurança da Polícia Militar. Vários policiais de Patos de Minas se deslocarão para a cidade para garantir que a festa proceda na mais inteira paz.

Arapuá é uma das poucas cidades do Alto Paranaíba/Triângulo Mineiro que promoverá uma comemoração de ano novo totalmente gratuita. A expectativa é que um grande número de turista visite o local.

Em Patos de Minas, por exemplo, o prefeito cancelou uma festa popular que ocorreria na Orla da Lagoa, devido a isso vários patenses devem se deslocar para Arapuá. “Eu irei para lá, pois eles sempre fazem um evento lindo e o melhor de graça. Um momento para todos estarem unidos, independente de posição social” declarou uma moradora.

Vídeo divulgado pela Prefeitura de Arapuá

Entrevista

O Triângulo Notícias conversou na tarde desta quinta-feira (28/12) com o prefeito, João Terto, e com o vice-prefeito, Emílio Boaventura. Com muita cordialidade, eles responderam nossas perguntas. Confira a íntegra abaixo:

TN: No ano passado o réveillon superou as expectativas, inclusive publicamos uma matéria destacando o sucesso. A grande presença de público do ano anterior, encorajou o senhor a investir mais neste ano de 2017?

João Terto: Esperamos que o sucesso seja ainda maior com a programação atrativa da edição 2017, preparamos um evento com muito carinho para os moradores e turistas que estiverem na cidade durante a virada do ano. Serão dois dias de festividades contando com música de qualidade e muita diversão. Também haverá uma queima com aproximadamente 20 minutos de fogos para abrilhantar a festa. Tudo isso acontecerá na Praça São João Batista. A expectativa é cidade cheia para as festividades.

TN: Os recursos financeiros para a promoção da festa são oriundos de qual fonte?

João Terto: São recursos próprios  destinados para cultura do município. O Réveillon é uma das festas mais tradicionais do nosso município, com isso não mediremos esforços para tornar esse dia especial para todo munícipe Arapuense.

TN:  O que a população de Arapuá e visitantes podem esperar para o próximo final de semana?

João Terto: Além de muita festa, alegria e música, o mais importante, muita paz e uma oportunidade de nos unirmos ainda mais, somente unidos conseguiremos deixar nossa Arapuá com a cidade dos nossos sonhos.

Aproveitando esta oportunidade e com esse espírito de fé e renovação, a Prefeitura Municipal se une a todos os Arapuenses e visitantes àqueles que amam a nossa terra, na certeza de que iniciaremos o ano de 2018 renovados e com os melhores sentimentos tomando conta dos nossos corações. Avançamos muito durante este ano, e temos a certeza de que com trabalho, fé, e muita dedicação faremos de 2018 um ano ímpar para todos.

Feliz Ano Novo! Que Deus abençoe todos.

TN: Neste ano serão dois dias de festa que coincidiram com o final de semana, sábado e domingo. Quais os critérios que foram levados em consideração na hora de escolher os dois shows?

Emílio Boaventura: Foi uma excelente oportunidade de aproveitarmos a estrutura montada, e realizarmos o evento em dois dias sem aumentar o custo, uma vez que a cidade já fica cheia em todos as viradas de anos pela tradição que o Arapuense Ausente tem de passar essa data em sua cidade natal. Os shows foram escolhidos pelo sucesso que foi o show da Banda Chacalaka em outra oportunidade. A dupla Kaue e Vinhal teve indicação da população de Arapuá. E claro também foi levado em conta o custo-benefício.

TN: A Banda Chakalaka já participou do réveillon em anos anteriores. Na sua opinião, eles repetirão o sucesso e vão superar o ano anterior, que já foi considerado um dos maiores réveillons do município?

Emílio Boaventura: Acredito que o show será ainda maior e melhor. Eles buscam sempre trazer coisas novas, surpresas para o público e o sucesso anterior aumenta a responsabilidade deles. Será um show para ninguém colocar defeito.

TN: A segurança dos participantes será garantida pela Polícia Militar. A organização já se reuniu para traçar estratégias junto aos PMs?

Emílio Boaventura: Sim, o município já reuniu com as autoridades policiais locais e regionais para traçar um planejamento que será muito parecido com o da festa de São João em Junho, com reforço do efetivo, apoio da polícia rodoviária nas entradas da cidade, orientações do trânsito. A polícia militar é uma parceira do evento assim como foi na festa de São João, fará também do Réveillon uma festa muito segura e tranquila. Pedimos a população das cidades vizinhas, que sempre nos prestigiam, para vir a festa, mas que não ingiram bebida alcoólica se forem dirigir.

TN: Para finalizar, qual mensagem você deixa a população?

Emílio Boaventura: Este ano que passou foi marcado por mudanças, aprendizado, e desse aprendizado o que mais me marcou foi ter a certeza de que é possível fazer gestão pública com moralidade e honestidade. Por mais que as pessoas, algumas por ingenuidade e outras por maldade, te julguem negativamente, cometam injustiças, continuarei trabalhando por Arapuá.

Em 2017, me dediquei muito ao município, principalmente na captação de recursos com parlamentares, ministérios, secretarias de governo, e continuarei fazendo isso. Afinal, o que me motiva é a sensação de dever cumprido com o povo de Arapuá, e com os princípios morais que sempre me guiaram. Que tenhamos todos nós um 2018 abençoado por Deus.

QUAL SUA OPINIÃO ? COMENTE!

Os comentários não refletem a opinião do portal. Não nos responsabilizamos por eles e em caso de descontentamento use a opção “Denunciar ao Facebook”. Você está sujeito aos nossos Termos de Uso.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

- Continua depois da publicidade -