“Reconheço as opiniões contrárias, mas queremos mudar o Brasil” diz responsável por outdoor do Bolsonaro em Patos de Minas

O jovem de 25 anos concedeu entrevista EXCLUSIVA ao Triângulo Notícias. Ele relatou os objetivos do Grupo BPM e os planos para o futuro.
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
José Luiz é Empresário e Engenheiro Ambiental.
Foto: Triângulo Notícias

Nos últimos meses um movimento sem precedentes tomou conta do país. De um lado temos os simpatizantes de Jair Bolsonaro, Deputado Federal e pré-candidato à Presidência da República, e do outro opositores que condenam seus discursos, conceituados por estes como de “ódio”.

O deputado é natural de Campinas-SP e foi eleito no ano de 2014 com com 464.565 votos no estado do Rio de Janeiro. Ele é pai de Carlos Bolsonaro, vereador no município do Rio de Janeiro, Flávio Bolsonaro, deputado estadual fluminense, e de Eduardo Bolsonaro, deputado federal por São Paulo eleito pelo PSC, agremiação partidária à qual todos se encontram filiados atualmente.

- Continua depois da publicidade -

Na última terça-feira (17/10), um outdoor foi colocado em uma das ruas mais movimentadas de Patos de Minas, a Major Gote. Quem passou pelas proximidades do UNIPAM parou para fotografar e compartilhar nas redes sociais. Alguns internautas parabenizaram a ação, já outros condenaram veementemente e disseram que isso era uma afronta às liberdades.

O outdoor foi financiado por um grupo intitulado de BPM (Bolsonaro Patos de Minas). Na sexta-feira (20/10), o Triângulo Notícias conversou com um de seus membros, José Luiz de 25 anos. O jovem é engenheiro ambiental e empresário atuante no ramo da caça e pesca.

O Grupo BPM

O Grupo Bolsonaro Patos de Minas ganhou força com a instalação do outdoor. De acordo com José Luiz, tudo começou num grupo de amigos. “Eram poucos e com o passar do tempo novas pessoas quiseram ingressar. Ainda não temos muita organização e nos comunicamos através do WhatsApp” disse ele.

Questionado a respeito dos ideais que são defendidos pelo BPM, ele disse que a base fundamental é o respeito à família. “Acreditamos muito no Brasil e lutamos contra a influência negativa da mídia. Basta ligar na televisão e vemos aquela ‘ladainha’ de corrupção e de diversidade de gênero. Somos contra esse projeto de levar educação de gênero para dentro das escolas, as nossas crianças tem que crescer sem influência, quando ela ingressar na adolescência e na vida adulta, ela poderá decidir por si só qual caminho seguir”.

Uma das indagações mais frequentes da população se diz respeito aos integrantes deste grupo. Nossa reportagem, conseguiu com exclusividade a relação das profissões destas pessoas.

Empresários
Médicos
Funcionários da Construção Civil
Dois Policiais Militares
Três Bombeiros
Dois Radialistas de Patos de Minas

Ainda de acordo com José Luiz, cidadãos de outras cidades também fazem parte. “Temos membros de boa parte do Alto Paranaíba, como Carmo do Paranaíba, Lagoa Formosa e Patrocínio”. Estamos surpresos com a procura, muita gente tá querendo entrar.”

Outdoor da Major Gote é danificado

Outdoor na Quarta-Feira (18/10)
Outdoor na sexta-feira (20/10)

O outdoor foi instalado na última terça-feira, porém na madrugada de quinta para sexta-feira foi alvo de vandalismo. Alguém jogou uma tinta vermelha em cima do rosto de Jair Bolsonaro. A mancha provocada dá uma ilusão ótica remetendo ao fato que o político foi atingido por um tiro.

Os organizadores lamentaram o ocorrido e afirmaram que não vão registrar ocorrência. “Entendemos as opiniões conflitantes e não vamos criar caso”.

Outdoor na Fátima Porto?

Foto: Reprodução

No início do mês de outubro vários internautas postaram fotos de um suposto outdoor na Avenida Fátima Porto. Apesar da foto se assemelhar bastante com a via de Patos de Minas, ela foi tirada no município de Montes Claros.

Desta forma, o outdoor da Major Gote é o primeiro a ser instalado na cidade.

Bolsonaro x Maria do Rosário

Foto: Reprodução

Em 2014, Bolsonaro afirmou, na Câmara e em entrevista a jornal, que a deputada Maria do Rosário (PT-RS) não merecia ser estuprada porque ele a considera “muito feia” e porque ela “não faz” seu “tipo”.

Questionados José Luiz sobre esse caso. De acordo com ele, houve uma manipulação da mídia. “Eles só mostraram um lado e Jair apenas se defendeu. A deputada do PT havia chamado ele de estuprador, ou seja agrediu a honra dele. Aquela reação poderia ser de qualquer um de nós, afinal ninguém gosta de ser acusado de estuprado” pontou ele.

“Ele é Polêmico, mas agora amenizou sua postura”

No final de nossa entrevista, questionamos o jovem simpatizante de Jair Bolsonaro. De acordo ele, o fato do político ser militar demostra seu pulso firme, mas que isso está mudando. “Concordo, que Jair provoca muitas polêmicas, mas agora ele está amenizando seus discursos. Também, devemos lembrar que a mídia aumenta muito as coisas, só querem saber da audiência.”

Ele finalizou reafirmando que continuará apoiando Bolsonaro. “Não concordo com o preconceito. Sou contra alguns pontos que são defendidos pela esquerda. Jair Bolsonaro é um dos poucos políticos que não estão envolvidos em corrupção”.

Reações contrárias nas Redes Sociais

As redes sociais foram tomadas por comentários contra o outdoor do pré-candidato a presidência da república. A maioria dos textos faziam referência ao discurso do político que é considerado por muitos homofóbico, racista e violento. Além disso, os internautas se manifestaram contra a proposta de Bolsonaro em liberar as armas para os civis. De acordo com eles, existe uma chance real de haver uma guerra civil no país.

Confira abaixa parte das postagens veiculadas no Facebook. Não iremos revelar as identidades dos autores.

“NÃO apoiaremos um homem que não apresenta propostas para corrigir esses erros e que ao invés disso dissemina o ódio contra as diferenças, não enxerga a dívida moral e histórica que temos com negros e os povos indígenas e que pretende armar a população até os dentes correndo o risco de iniciar uma enorme guerra civil no Brasil.”

“Não estamos em período eleitoral para se fazer propaganda política e eleitoral.”

“Não sei se eu rio da vergonha, ou se eu choro porque tem Bolsominions na cidade!”

O conteúdo das frases acima é opinativo e não sofreu intervenção da nossa reportagem, portanto não nos responsabilizamos por seu teor.

Também procuramos um ativista que luta contra a expansão da direita. Segundo Leonardo Porfírio, estudante universitário, é fundamental evitar o crescimento dos ideais autoritários no pais. Leia a íntegra de seu posicionamento.

Precisamos entender que vivemos em Estado democrático de direito. E em uma democracia há liberdade de expressão. As pessoas podem expressar a sua simpatia e admiração por alguém; que seja político, pessoa pública, formador de opinião, enfim. Então nesse sentido as pessoas que se sentem identificadas com as ideias defendidas pelo deputado Jair Bolsonaro, tem o direito se expressar, até mesmo com um outdoor.

Eu discordo de basicamente tudo o que pensa o deputado, no que tange a políticas públicas. Bolsonaro aglutina em si várias qualidades que eu costumo desprezar em um político. Porém não se pode combater uma proposta considerada intolerante com intolerância ; destruindo um outdoor ou pichando. Sobre a ascensão de figuras como Bolsonaro no Brasil, acho que esse fenômeno ocorre em boa parte do mundo globalizado atualmente. A onde populista de direita começou na Europa, com o Brexit, a saída do Reino unido da comunidade européia e cruzou o oceano para eleger Donald Trump nos EUA.

Esse populismo de direito parece ter ganhado força no Brasil, nos últimos anos com todos os escândalos de corrupção que assolam o país atualmente, gerando descrença na atividade política, desmoralização do Estado democrático de direito e da classe política. O discurso do Bolsonaro é um discurso direto, de forte apelo emocional e que propõe soluções práticas, fáceis e definitivas para problemas complexos e de difícil solução. É verdade também que uma boa parte da população brasileira ainda é conservadora em termos morais, de costumes e se sentem seduzidas pelas ideias de Bolsonaro. Essas pessoas tem dificuldade de entender, compreender e assimilar as mudanças que estão ocorrendo atualmente no mundo.

O mundo de fato está mudando em vários aspectos. Aquelas pessoas que ainda nutrem uma mentalidade saudosista, baseada em valores arcaicos e antiquados não conseguem aceitar que agora os gays podem viver e exercer a sua orientação sexual livremente, que a mulher emancipada agora pode ocupar cargos e desempenhar funções antes destinadas apenas aos homens, quem devido ao processo de globalização hoje as grandes cidades comportam um grande número de colônias estrangeiros, inclusive pessoas vindas do oriente médio. Enfim, essas pessoas que não aceitam essas mudanças se sentem excluídas da sociedade e vêem os seus valores ameaçados.

O que faz com que elas se sintam profundamente amparadas por uma figura como Bolsonaro que fala exatamente o que elas esperam ouvir. Eu gostaria de pontuar também, que a ascensão desses movimentos de direita populista está ligado ao panorama global atual, repleto de insegurança, medo e incertezas. Políticos como Bolsonaro se alimentam do medo e da descrença das pessoas. Eles representam a anti-politica.

NOTA DO EDITOR: O texto reflete uma matéria jornalística, na qual ambas as partes foram ouvidas. Nenhuma opinião do veículo ou do jornalista foram emitidas.

QUAL SUA OPINIÃO ? COMENTE!

Os comentários não refletem a opinião do portal. Não nos responsabilizamos por eles e em caso de descontentamento use a opção “Denunciar ao Facebook”. Você está sujeito aos nossos Termos de Uso.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

- Continua depois da publicidade -