Quem pagou os quatro advogados do agressor de Bolsonaro?

Questionamento surge devido ao fato dos defensores terem sido pagos por uma pessoa misteriosa. Eles declaram que esse "pagador" pertence a mesma igreja de Adélio, mas não revelaram a identidade.
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Zanone Junior, um dos advogados do acusado de esfaquear Jair Bolsonaro, também atuou no caso do goleiro Bruno.Foto: Reprodução/TV Globo

Por que quatro advogados, inclusive de renome nacional, estão defendendo um homem que confessou ter tentado matar Jair Bolsonaro, candidato a presidência da república que aparece na liderança das pesquisas ? Essa é a pergunta que muitos cidadãos se fazem nas redes sociais e nas rodas de conversa.

Um dos quatro advogados que devem Adélio Bispo já trabalhou em outro caso de repercussão nacional, o assassinato da ex do goleiro Bruno.

Os defensores, Zanone Manuel de Oliveira Junior, Pedro Augusto de Lima Felipe e Possa, Fernando Costa Oliveira Magalhães e Marcelo Manoel da Costa, afirmaram que foram contratados por uma pessoa da mesma igreja de Adélio, porém não revelaram a identidade.

Um dos advogados ressaltou ainda que a contratação não tem nenhuma relação com partidos políticos.

Os questionamentos continuam sendo feitos, porém a polícia não deve apurar as circunstâncias da contratação, já que isso iria ferir o direito de defesa do acusado.

QUAL SUA OPINIÃO ? COMENTE!

Os comentários não refletem a opinião do portal. Não nos responsabilizamos por eles e em caso de descontentamento use a opção “Denunciar ao Facebook”. Você está sujeito aos nossos Termos de Uso.

NOTÍCIAS RELACIONADAS