Queda de árvores e ressaca no mar mudam o tempo no Rio

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Rajadas de vento seguidas de chuva atingiram o Rio de Janeiro no fim da madrugada de hoje (20), derrubando árvores em vários pontos da cidade.

De acordo com o Centro de Operações da prefeitura, as rajadas de vento registraram 62,64 quilômetros por horas (km/h) no Forte de Copacabana, zona sul da cidade. Entre os bairros mais atingidos pela força do vento e pela queda de árvore, estão a Ilha do Governador, a Tijuca, Santa Teresa e o Jardim Botânico.

- Continua depois da publicidade -

Na Ilha do Governador, árvore caiu sobre uma casa

Na Ilha do Governador, árvore caiu sobre uma casa (Prefeitura do Rio/Divulgação)

Em comunicado, a Marinha informou que o mar entrou de ressaca às 3h de hoje, com ondas de 2,5 a 3 metros de altura. A ressaca deve permanecer na orla do Rio até as 9h de terça-feira (22).

A prefeitura do Rio recomenda aos banhistas que evitem o banho de mar em áreas que estejam em condições de ressaca; que não fiquem em mirantes na orla ou em locais próximos do mar durante o período de ressaca.

Os ciclistas devem evitar trafegar na orla caso as ondas estejam atingindo a ciclovia. Outra recomendação é que banhistas procurem não entrar no mar para resgatar vítimas de acidente. Em casos como esse, o banhista deve acionar imediatamente as equipes do Corpo de Bombeiros pelo telefone 193.

A chuva já parou na cidade, e a temperatura caiu consideravelmente em relação à de sábado (19), que chegou a ficar em 32 graus Celsius. Hoje, a temperatura máxima não deve passar de 26 graus.

FONTE: Agência Brasil

- Continua depois da publicidade -

QUAL SUA OPINIÃO ? COMENTE!

Os comentários não refletem a opinião do portal. Não nos responsabilizamos por eles e em caso de descontentamento use a opção “Denunciar ao Facebook”. Você está sujeito aos nossos Termos de Uso.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

- Continua depois da publicidade -