Quatro pessoas são detidas após briga em clínica de recuperação

Os militares apreenderam um revólver de pressão, usado na briga.

Compartilhe

COMPARTILHE NAS REDES SOCIAIS!
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Revólver de pressão usado na ação.
Fotos: Toninho Cury

Um desentendimento em uma clínica de reabilitação que fica nas proximidades da estrada da Baixadinha terminou com quatro pessoas presas. O fato aconteceu na tarde de quinta-feira (09/09). A ação também resultou na apreensão de um veículo e de um revólver de pressão.

De acordo com o boletim de ocorrência, durante patrulhamento, a Polícia Militar foi informada que teria ocorrido uma briga em uma clínica, localizada ao lado de um bar na estrada da Baixadinha. O informante relatou ainda que os envolvidos estavam em dois carros, sendo um Ford/Fusion preto e um VW/Gol branco e que um dos motoristas estava armado.

Durante o deslocamento, na Rua Joaquim Fubá no Bairro Nossa Senhora Aparecida, uma viatura deparou com os veículos suspeitos, sendo imediatamente abordados. No Ford/Fusion estavam o motorista, de 31 anos, que é administrador da clínica, a esposa e três filhos. No VW/Gol estava o motorista de 40 anos e dois passageiros, sendo um homem 27 anos e uma mulher de 47 anos.

Questionado, o administrador disse para os militares que se envolveu em uma briga na clínica com o funcionário 28 anos por causa de ter emprestado o veículo VW/Gol e que ficou com ele por dois dias, sem devolver.

Já na clínica, em contato com alguns internos, os mesmos relataram que no momento que estavam trabalhando na horta, o administrador chegou no carro preto armado, juntamente com o homem de 40 anos, do rapaz de 27 anos e da mulher de 47 anos.

Continuando com os relatos, os internos falaram que o administrador arrombou o portão de entrada da clínica, foi em direção do monitor de 31 anos e desferiu uma coronhada no rosto, causando um ferimento. Neste instante, as pessoas que estavam acompanhando o administrador começaram a ameaçar os internos, dizendo que se eles chamassem a polícia, iriam mata-los.

Mesmo assim, o monitor pegou o celular e ligou para a polícia. Após encerrar a ligação, o administrador tomou o celular da mão dele e o quebrou. O administrador, juntamente com os amigos, pegaram o carro e fugiram em direção à Patos de Minas.

Ao proceder buscas, no carro branco, os militares encontraram um revólver de pressão calibre 4.5mm, duas munições e um rádio comunicador. Diante dos fatos, o veículo VW/Gol que estava com o para-brisa todo trincado e com o capô amassado foi removido. O veículo Ford Fusion foi liberado para uma pessoa habilitada e os quatros envolvidos na confusão foram detidos e encaminhados para a delegacia de Polícia Civil.

QUAL SUA OPINIÃO? COMENTE!

guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
A responsabilidade pelo comentário é totalmente do respectivo autor. Comentários com 15 votos negativos a mais que positivos serão removidos automaticamente. Achou um comentário ofensivo? Clique em "denunciar".

NOTÍCIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

NEWSLETTER

REPORTAR ERRO

Sua privacidade é muito importante pra nós! Usamos cookies, rastreadores, para exibir anúncios e conteúdos com base em suas preferências. Os cookies não permitem acesso a informações particulares, como nome, endereço, etc. Conheça nossa política de privacidade e nossos termos de uso.