Quatro brasileiros morrem em ataque atribuído ao PCC em discoteca no Paraguai

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Pelo menos quatro pessoas de nacionalidade brasileira morreram e outras seis ficaram feridas nesta segunda-feira (24) depois de serem atacadas com armas de fogo em uma discoteca na cidade de Pedro Juan Caballero, no Paraguai, na fronteira com o Brasil. Alguns veículos de imprensa locais atribuíram a agressão à organização criminosa Primeiro Comando da Capital (PCC). A informação é da EFE.

As vítimas, dois homens e duas mulheres com idades compreendidas entre 18 e 24 anos, morreram em consequência dos disparos realizados durante a madrugada por dois desconhecidos um recinto da discoteca Áster Office, informou a Divisão Regional de Homicídios do Paraguai.

- Continua depois da publicidade -

Além dos mortos, seis pessoas, de nacionalidades brasileira e paraguaia, com idades entre 21 e 28 anos, também ficaram feridas e foram levadas para hospitais de Pedro Juan Caballero. Segundo informações, os agressores utilizaram um fuzil automático e pistolas de nove milímetros durante o ataque, que continua sob investigação.

A imprensa de Pedro Juan Caballero não descarta que o episódio esteja ligado a um ajuste de contas entre o PCC e um grupo rival.

Fonte: Agência Brasil

- Continua depois da publicidade -

QUAL SUA OPINIÃO ? COMENTE!

Os comentários não refletem a opinião do portal. Não nos responsabilizamos por eles e em caso de descontentamento use a opção “Denunciar ao Facebook”. Você está sujeito aos nossos Termos de Uso.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

- Continua depois da publicidade -