Quadrilha toca o terror e explode caixas eletrônicos em Lagamar-MG

Rastreamentos são feitos na região, porém ninguém foi preso até o momento.
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
A agência ficou destruída após a detonação dos explosivos.
Foto: Reprodução (Internet/WhatsApp)

Mais uma vez a região foi alvo de criminosos fortemente armados. Na madrugada desta terça-feira (21/08) uma quadrilha explodiu caixas eletrônicos da agência do Bando do Brasil na cidade de Lagamar, no noroeste mineiro.

A Polícia Militar informou que os autores evadiram rumo a cidade de Vazante. Um grande cerco e bloqueio é realizado na tentativa de captura-los.

- Continua depois da publicidade -

Ainda segundo a corporação, ninguém ficou ferido. O valor subtraído da agência não foi divulgado. O Triângulo Notícias entrou em contato com a instituição financeira que se pronunciou através da nota abaixo:

Agências do Banco do Brasil em todo o país têm sido alvos constantes de explosões e arrombamentos, o que resulta na indisponibilidade do atendimento ou de serviços relacionados a numerário. A agência do BB do município de Lagamar não abre nesta terça-feira. Equipe de engenharia do BB vai até o local para avaliar a extensão dos danos. O Banco atua para que o atendimento seja normalização o mais breve possível, mas não tem ainda previsão para a reabertura da unidade.

O BB oferece como alternativa para os seus clientes uma agência do Banco Postal (Correios) ou ainda as agências de Presidente Olegário e Coromandel, distantes, respectivamente, 54 km e 45 km de Lagamar. Além disso, o BB se faz presente através de suas soluções digitais de atendimento, seja pelo aplicativo BB para telefone celular (smartphone) como pelo portal do BB na internet, e também pela Central de Atendimento BB (0800-729-0001).

O Banco colabora com as autoridades policiais para a solução do caso

- Continua depois da publicidade -

QUAL SUA OPINIÃO ? COMENTE!

Os comentários não refletem a opinião do portal. Não nos responsabilizamos por eles e em caso de descontentamento use a opção “Denunciar ao Facebook”. Você está sujeito aos nossos Termos de Uso.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

- Continua depois da publicidade -