Prouni e Fies 2021: MEC divulga calendário de inscrições; estudantes criticam datas

Prazo não permite utilização da nota do Enem 2020
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

As inscrições para as próximas seleções do Programa Universidade para Todos (Prouni) e Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) já têm previsão para ocorrer. O Ministério da Educação (MEC) anunciou os dias 12 a 15 de janeiro para o Prouni 2021, e 26 a 29 de janeiro para o Fies 2021.

Os editais com a oficialização dos prazos ainda não foram publicados pelo MEC, mas o anúncio preocupou os estudantes que irão participar do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e pretendem tentar o ingresso no ensino superior por meio dos programas.

Acontece que, como afirmou a União Brasileira dos Estudantes Secundaristas (Ubes), as datas divulgadas são “incompatíveis” com a divulgação das notas do Enem, necessárias para os estudantes concorrerem às vagas oferecidas nas seleções. Remarcado para janeiro, por conta da pandemia de Covid-19, os resultados do Enem 2020 só serão divulgados em março de 2021.

“O grande espanto, para secundaristas que sonham com a universidade, é a incompatibilidade entre as datas do Enem e dos outros programas”, afirmou a Ubes, em nota. A entidade também solicitou uma reunião de emergência com o MEC para tratar o assunto. Nas redes sociais, estudantes também criticaram a datas divulgadas pelo MEC.

“Já enfrentamos uma situação de evasão escolar, de total falta de apoio, de exclusão digital e agora isso. Não estamos entendendo nada. Poderemos entrar numa faculdade? Ou irão nos tirar isso também? O MEC precisa ser claro e responsável com nosso futuro, que é também o futuro do Brasil”, concluiu Rozana Barroso, presidente da Ubes, também em nota.

“Interessante! Os estudantes passaram pelos estudos no meio de uma pandemia, estudando sozinhos pra fazer o Enem e tentar o Prouni pra no final o governo agir de maneira irresponsável. Isso porque a educação é um meio de combater a desigualdade, parabéns, fizeram tudo errado”, comentou um usuário do Twitter na postagem feita pelo MEC. O órgão até o momento não se pronunciou.

 

 

Fonte: Agência Educa Mais Brasil

QUAL SUA OPINIÃO ? COMENTE!

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
ATENÇÃO: Dê preferência em utilizar sua conta do Facebook ou Google para comentar. Comentários com cinco descutidas serão submetidos a moderação. Para denunciar um comentário, clique na bandeira vermelha.
Os comentários não refletem a opinião do portal. A responsabilidade dos comentários é integralmente de seus autores. O Patos Notícias se reserva ao direito de remover postagens que violem seus termos de uso ou as leis vigentes sem prévia notificação.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

REPORTAR ERRO

Sua privacidade é muito importante pra nós! Usamos cookies, rastreadores, para exibir anúncios e conteúdos com base em suas preferências. Os cookies não permitem acesso a informações particulares, como nome, endereço, etc. Conheça nossa política de privacidade e nossos termos de uso.