Professor da USP sugere coquetel contra a covid-19

Dr. Bruno Caramelli é contra a utilização de medicamentos sem comprovação científica, como é o caso da cloroquina.
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

O médico cardiologista e professor da Universidade de São Paulo (USP), Dr. Bruno Caramelli, concedeu entrevista ao Triângulo Notícias na última sexta-feira (17/07) e sugeriu um coquetel contra a covid-19.

Bruno foi infectado pelo novo coronavírus em março e se recuperou sem a utilização de medicamentos. Em participação no programa Direto ao Fato, ele se posicionou contra os protocolos de tratamento que não possuem comprovação científica, como o uso da cloroquina.

- Continua depois da publicidade -

Caramelli explicou que a cloroquina pode provocar a aceleração dos batimentos cardíacos, a chamada arritmia cardíaca, que pode levar a morte. O médico atua no Instituto do Coração do Hospital de Clínicas da USP. Lá não é utilizada a cloroquina no tratamento, porém, segundo Bruno, apareceram três pacientes com quadro de arritmia, sendo que dois vieram do Hospital de Campanha e um por procura espontânea. A suspeita é que essas pessoas tenham feito consumo do medicamento previamente. Esses três pacientes sobreviveram.

Por fim o Dr. Bruno Caramelli recomendou seu próprio coquetel para combater a covid-19. Ele incluí:

  • Isolamento Social;
  • Monitorização;
  • Informação;
  • Oxigenação;
  • Corticoide (apenas em ambiente hospitalar);
  • Terapia Intensiva;
  • Ventilação (se for necessário).

Ressaltamos que ao sentir os sintomas da covid-19 (febre, tosse seca e cansaço), você deve contactar o serviço de saúde de sua região. Em caso de falta de ar e/ou dor/pressão no peito, se deve procurar imediatamente um hospital.

Assista a entrevista completa:

O Triângulo Notícias, fiel no seu compromisso de dar voz a todos os lados, entrevistará nesta segunda-feira (20/07) uma defensora do tratamento precoce. Dra. Lorena Faria é adepta ao uso da cloroquina e da azitromicina. A live começa às 19h e pode ser acompanhada neste link (clique aqui).

- Continua depois da publicidade -

QUAL SUA OPINIÃO ? COMENTE!

Os comentários não refletem a opinião do portal. Não nos responsabilizamos por eles e em caso de descontentamento use a opção “Denunciar ao Facebook”. Você está sujeito aos nossos Termos de Uso.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

- Continua depois da publicidade -