Procurar-se inaugura o Castelinho

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Nesta última quinta-feira (11), foi realizada a inauguração da nova sede da Fundação Procurar-se, a qual foi nomeada como: O Castelinho.

Foto: Reprodução(Aurora Comunicação)
O evento aconteceu na nova estrutura localizada na Rua Ataídes José Lopes, 115, Bairro Novo Horizonte, de 16h ás 19h. Seguiu com uma missa, apresentação da casa e em seguida com um momento de confraternização. Em entrevista o presidente da instituição, Aparecido Marafon explica: Castelinho foi doado a Procurar-se há mais de 15 anos por uma associação, mas a reforma efetiva começou a 10 anos, com a ajuda governamental, de empresários, sindicatos, maçonarias e de doações da população.”
Fundada em 2002, a Procurar-se tem o intuito de oferecer assistência psicossocial e econômica, no tratamento e na recuperação das pessoas afetadas pelo câncer, e também a seus familiares. A fundação realiza e incentiva campanhas educativas e preventivas de combate ao Câncer, aloja pessoas de municípios vizinhos, oferecendo alimentação a pacientes e a seus acompanhantes. Além de contribuir com medicamentos Oncológicos; cestas básicas, alimentação, fraldas, leite, Auxílio a Exames e a viagens aos assistidos.
Uma das fundadoras, Maria das Dores, diz que ainda estão em processo de adaptação, pois a antiga estrutura situada na Rua Olegário Maciel, era muito pequena e ficava de difícil acomodação a todos os beneficiados. O novo local é amplo e consegue atender um maior número de pessoas. Auxiliado pela Procurar-se na luta do combate ao câncer, o Sr. Bernardino Jacinto relata: “A procurar-se é uma casa que está oferecendo uma excelente recepção e atendimento. Temos muito prazer de ficar aqui na casa, pois estão sempre abrindo as portas para quem precisa e merece. Acredito que todos nós seremos curados. ”
Voluntária desde a fundação e coordenadora da oficina de artesanato, reinaugurada também na ocasião, Maria Geralda diz que tem um grande sentimento de alegria, por que não tem nada melhor que idealizar e lutar durante 10 anos por um projeto e velo se concretizar. Ela destacou ainda a necessidade de novos voluntários e de doações para o mantimento da casa. As expectativas são as melhores para o trabalho no novo local e é um grande marco para todo o projeto da Fundação Procurar-se.
Larissa Lina
Aluna do 5º período de Jornalismo
14/05/2017

QUAL SUA OPINIÃO ? COMENTE!

Os comentários não refletem a opinião do portal. Não nos responsabilizamos por eles e em caso de descontentamento use a opção “Denunciar ao Facebook”. Você está sujeito aos nossos Termos de Uso.

NOTÍCIAS RELACIONADAS