Procura de crédito para comprar veículos aumenta 22,9%, diz associação

Compartilhe

COMPARTILHE NAS REDES SOCIAIS!
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
EBC

Números  de  2017  superaram  expectativas
da Anef, a Associação Nacional das Empresas Financeiras  das  Montadoras     Arquivo/ABr

No ano passado, o sistema financeiro liberou R$ 101,1 bilhões para a compra de veículos, com alta de 22,9% na comparação com o ano anterior. Os dados são da Associação Nacional das Empresas Financeiras das Montadoras (Anef). Em 2016, foram liberados R$ 80,2 bilhões. Os números superaram a expectativa da associação de negociar R$ 90,6 bilhões nas operações de financiamento e leasing.

A Anef aponta a redução da taxa de juros como um dos motivos do aumento da procura por crédito. De acordo com balanço da associação, nos bancos das montadoras os percentuais foram de 18,85% ao ano e 1,45% ao mês, os menores desde dezembro de 2014. Os índices cobrados por instituições independentes, por sua vez, ficaram em 22,3% e 1,69%, respectivamente.

A expectativa da Anef para este ano é que o mercado continue aquecido. A associação estima que o volume de recursos liberados cresça 15,1%, passando de R$ 101,1 bilhões para R$ 116,4 bilhões.

Segundo a associação, o financiamento é a modalidade de crédito mais recorrente na compra de veículos zero quilômetro. No ano passado, o Crédito Direto ao Consumidor (CDC) representou 48% dos negócios. Em seguida, ficou o pagamento à vista (45%), seguido pelo consórcio (5%) e pelo leasing (2%).

FONTE: Agência Brasil

QUAL SUA OPINIÃO? COMENTE!

guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
A responsabilidade pelo comentário é totalmente do respectivo autor. Comentários com 15 votos negativos a mais que positivos serão removidos automaticamente. Achou um comentário ofensivo? Clique em "denunciar".

NOTÍCIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

NEWSLETTER

REPORTAR ERRO

Sua privacidade é muito importante pra nós! Usamos cookies, rastreadores, para exibir anúncios e conteúdos com base em suas preferências. Os cookies não permitem acesso a informações particulares, como nome, endereço, etc. Conheça nossa política de privacidade e nossos termos de uso.