Procon fiscaliza supermercados e apreende álcool gel em Uberlândia

O produto foi recolhido em dois supermercados, porque, segundo os fiscais, estava com preço abusivo.
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Procon Uberlândia
Foto: Araípedes Luz – Secretaria Municipal de Governo e Comunicação

Após aumento no número de denúncias, a Superintendência de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon) de Uberlândia iniciou nesta terça-feira (31) uma operação para fiscalizar o preço de produtos essenciais em supermercados de todas as regiões da cidade. Até o início da noite de hoje, ao menos quatro estabelecimentos haviam sido autuados. A fiscalização resultou, ainda, na apreensão de unidades de álcool em gel em dois supermercados, onde os preços dos produtos foram considerados abusivos.

Durante as visitas, os ficais observaram preços de produtos como arroz, feijão, leite, ovos, açúcar, hortifrúti, entre outros. Munidos de uma pesquisa feita anteriormente, os autos de infração foram lavrados no momento em que eram detectados valores considerados abusivos. Os responsáveis pelos supermercados poderão se defender posteriormente, apresentando como justificativa para os preços as notas fiscais com os valores utilizados para adquirir os produtos.

“Esse é um momento em que o Procon está muito atento e trabalhando para defender os direitos dos consumidores. Essa fiscalização servirá também para sabermos se devemos estender o trabalho até aos fornecedores desses supermercados, uma vez que esse aumento nas gôndolas pode ter origem anterior. Mas tudo será registrado, analisado e quem foi autuado poderá se defender. O importante é que a população saiba que pode contar conosco, pois estamos atentos e atuantes”, disse o superintendente do Procon, Egmar Souza Ferraz.

Os interessados em realizar alguma denúncia podem entrar em contato pelo telefone 151 ou pelo email procon@uberlandia.mg.gov.br. Inclusive, podendo anexar as notas fiscais com preços comparativos, maneira que também possibilita autuação do estabelecimento por parte do Procon em caso de confirmação de preço abusivo.

QUAL SUA OPINIÃO ? COMENTE!

Os comentários não refletem a opinião do portal. Não nos responsabilizamos por eles e em caso de descontentamento use a opção “Denunciar ao Facebook”. Você está sujeito aos nossos Termos de Uso.

NOTÍCIAS RELACIONADAS