Presidente alemão convoca Merkel e Schulz para abordar formação de governo

Compartilhe

COMPARTILHE NAS REDES SOCIAIS!
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram

O presidente da Alemanha, Frank-Walter Steinmeier, convocou uma reunião para o início da próxima semana entre a chanceler Angela Merkel, o social-democrata Martin Schulz e o líder bávaro Horst Seehofer para abordar fórmulas que facilitem a formação de um governo estável. A informação é da Agência EFE.

Fontes da presidência informaram da convocação, que poderia acontecer na próxima segunda ou terça-feira.

Steinmeier, do Partido Social-Democrata (SPD) e ex-ministro de Relações Exteriores de Merkel, fez ontem uma reunião com Schulz para  tentar desbloquear a situação criada após a ruptura de negociações para formar governo entre o bloco conservador da chanceler, os verdes e os liberais.

Schulz rejeitou reiteradamente uma reedição da grande coalizão como a que Merkel liderou em seu primeiro e terceiro mandato, integrada pela União Democrata-Cristã (CDU) da chanceler, sua irmanada União Social-Cristã da Baviera (CSU) e o SPD.

Após o encontro com Steinmeier, que durou pouco mais de uma hora, Schulz se reuniu com a cúpula do seu partido que se prolongou durante oito horas.

Já de madrugada, o secretário-geral do SPD, Hubertus Heil, expressou a disposição do partido a “dialogar” para solucionar a crise política.

“O SPD não se fecha para conversas”, ressaltou Heil, que acrescentou que os social-democratas esperariam para conhecer o roteiro que seria proposto por Steinmeier.

O presidente alemão pediu na segunda-feira aos líderes dos partidos que reflitam e busquem soluções, após fracassarem no domingo as negociações entre conservadores, verdes e liberais para formar governo.

Schulz defende que seu partido deve “regenerar-se” na oposição e é partidário da convocação de novas eleições, enquanto Merkel expressou também sua preferência por novos pleitos, frente à opção de um governo de minoria.

Entre as opções cogitadas nos últimos dias está a de um governo de minoria, mas com o apoio parlamentar do SPD para garantir uma legislatura estável.

* É proibida a reprodução total ou parcial desse material. Direitos Reservados

Edição:

Fonte: Agência Brasil

QUAL SUA OPINIÃO? COMENTE!

Os comentários não refletem a opinião do portal. Não nos responsabilizamos por eles. Ao comentar você aceita nossos Termos de Uso e nossa Política de Privacidade.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

NEWSLETTER

REPORTAR ERRO

Sua privacidade é muito importante pra nós! Usamos cookies, rastreadores, para exibir anúncios e conteúdos com base em suas preferências. Os cookies não permitem acesso a informações particulares, como nome, endereço, etc. Conheça nossa política de privacidade e nossos termos de uso.