Prefeitura vai multar “sujões” que jogam lixo de forma irregular em Patos de Minas

Fiscalização irá se atentar principalmente para o descarte em anteiros, terrenos baldios e no Parque Ecológico da cidade.
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Foto: Divulgação

A Prefeitura de Patos de Minas têm trabalhado, através dos fiscais de posturas, para coibir ações que afetam o bem estar, a qualidade de vida do patense, por meio das condutas e dos procedimentos dos cidadãos do Município, conforme a Lei Complementar nº 379, que instituiu o código de posturas em 24 de janeiro de 2012.

Na semana passada, houve denúncias de descarte irregular de seis para-brisas de carros nas proximidades de um hotel no início da rua Major Gote e na Avenida Juscelino Kubitschek de Oliveira. Anteriormente, há cerca de duas semanas, moradores denunciaram para os fiscais que várias um veículo estava jogando lixo no local, onde está sendo construído o Parque Ecológico, aos fundos dos bairros Jardim Paulistano e Vila Rosa, às margens do Córrego do Monjolo e do Rio Paranaíba. A caminhonete flagrada por moradores e denunciada, através da imprensa local, já foi identificada e o dono do veículo foi multado. Por ser Área de Preservação Permanente (APP), a multa foi fixada em 600 ufpm, ou seja, R$2.268,00.

- Continua depois da publicidade -

Os fiscais têm realizado diversos trabalhos para coibir tais atos e reforçam o pedido para que a população participe, de forma efetiva, ajudando a manter os passeios, imóveis, lotes vagos, canteiros centrais de avenidas e outros locais públicos dentro da legalidade. Os fiscais de postura da Diretoria de Regulação Urbana ainda pedem para que os moradores denunciem aqueles que estão descumprindo a lei. As pessoas podem denunciar através do telefone: 3822-9726.

Fonte: Prefeitura de Patos de Minas

- Continua depois da publicidade -

QUAL SUA OPINIÃO ? COMENTE!

Os comentários não refletem a opinião do portal. Não nos responsabilizamos por eles e em caso de descontentamento use a opção “Denunciar ao Facebook”. Você está sujeito aos nossos Termos de Uso.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

- Continua depois da publicidade -