Prefeitura fechará centro de COVID-19 da UPA e reduzirá leitos do Hospital de Campanha

As mudanças começarão a valer a partir de 1º de fevereiro.
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
A ala exclusiva para pacientes com suspeita de COVID-19 foi aberta em 22 de junho na gestão de José Eustáquio (DEM)
Foto: Arquivo

A prefeitura de Patos de Minas anunciou nesta segunda-feira (11/01) que desativará o Centro de Enfretamento da COVID-19 na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) em 1º de fevereiro. Os pacientes passarão a ser atendidos no primeiro piso do Centro Clínico Universitário na Avenida Marabá.

Os leitos do Hospital de Campanha continuarão funcionando no segundo andar, contudo haverá uma redução no número de vagas. Segundo a Secretária de Saúde do Governo Falcão, Ana Carolina Magalhães, a redução leva em conta o cenário epidemiológico do município, ou seja, o número de novos casos registrados nas últimas semanas.

Na sexta-feira (08), o Patos Notícias recebeu ligações de profissionais contratados, atuantes no Hospital de Campanha. Eles disseram que a decisão do executivo é precipitada e que temem uma falta de leitos caso haja uma acentuação da doença.

A respeito do número de desligamentos, a prefeitura ainda não informou quantos profissionais serão dispensados.

Leia a íntegra da nota da prefeitura:

Para melhorar o fluxo de atendimento a casos suspeitos de Covid-19, a Prefeitura de Patos de Minas adotará novo protocolo a partir do dia 1º de fevereiro.

A partir dessa data, pacientes com sintomas deverão procurar diretamente o Hospital de Campanha, localizado na Av. Marabá, 901, no Bairro Caiçaras. O mês de janeiro será de planejamento e alinhamento para que o atendimento no HC inicie-se totalmente estruturado.

Lembre-se sempre das medidas de prevenção: lave frequentemente as mãos ou utilize álcool gel , mantenha a distância de pelo menos 1,5m das pessoas e use máscara!

Assista ao pronunciamento da secretária:

QUAL SUA OPINIÃO ? COMENTE!

3 Comentários
Mais antigo
O mais novo mais votado
Inline Feedbacks
View all comments
Tiago
11/01/2021 10:55

Votei no Falcão, mas não concordo. Os casos podem aumentar de repente. Quando o Regional fechou os leitos, foi o município que evitou o colapso. Agora a prefeitura quer reduzir? Irresponsabilidade.

Marcus
11/01/2021 12:59

Em um caso de tamanha importancia, manter aberto o centro covid – mesmo as custas de nós contribuintes – é mais que sensato . TODOS criticavam o antigo Sec de Saúde , mas Patos durante a pandemia foi exemplo em toda região . Agora, na nova gestão, o prefeito já fecha o centro. Estamos na eminência de uma segunda onda, e ficaremos sem leitos. Voces sabem o custo de mobilizar toda essa estrutura novamente? Péssima ideia prefeito Falcão

Véio da Havan explica:
Responder a   Marcus
11/01/2021 14:01

Não fecharam o centro de COVID da UPA apenas mudaram o centro de covid da UPA para o hospital de campanha Marcus, leia a reportagem antes de comentar fake news.

ATENÇÃO: Dê preferência em utilizar sua conta do Facebook ou Google para comentar. Comentários com cinco descutidas serão submetidos a moderação. Para denunciar um comentário, clique na bandeira vermelha.
Os comentários não refletem a opinião do portal. A responsabilidade dos comentários é integralmente de seus autores. O Patos Notícias se reserva ao direito de remover postagens que violem seus termos de uso ou as leis vigentes sem prévia notificação.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

REPORTAR ERRO

Sua privacidade é muito importante pra nós! Usamos cookies, rastreadores, para exibir anúncios e conteúdos com base em suas preferências. Os cookies não permitem acesso a informações particulares, como nome, endereço, etc. Conheça nossa política de privacidade e nossos termos de uso.