Prefeitos da região decidem seguir decreto de Patos de Minas para conter COVID-19

Reunião de emergência foi realizada na tarde de hoje (04) na sede da AMAPAR.
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Foto: Lélis Félix (Patos Notícias)

O alinhamento de medidas para conter o avanço da Covid-19 no Alto Paranaíba, foi pauta de reunião de prefeitos realizada na tarde desta quinta-feira (04), na sede da AMAPAR. As ações orquestradas, tentam impedir um colapso na rede de saúde que é compartilhada pelos municípios da macrorregião.

Treze municípios da região estiveram representados na reunião e concordaram em alinhar medidas de acordo com o último Decreto editado pela Prefeitura de Patos de Minas. Ainda nesta quinta-feira (04), o prefeito Luís Eduardo Falcão anunciou medidas mais rígidas de enfrentamento ao vírus, como o fechamento de bares, restaurantes e lanchonetes de segunda a sexta-feira até as 18h, e fechamento no final de semana, além da proibição de eventos, atividades recreativas e outras. O prefeito vinha alertando sobre a importância dessa cooperação entre prefeitos e da população regional, para evitar o sobrecarregamento do sistema de saúde, diante do avanço de casos de forma exponencial nas últimas semanas.

Na região, alguns prefeitos se anteciparam na publicação de Decretos com regras ainda mais rigorosas, como é o caso de Rio Paranaíba. Desde a última terça-feira (02), está determinado retorno do toque de recolher das 21h às 05h do seguinte, para confinamento domiciliar obrigatório em todo território município. Diante disso, fica terminantemente proibida a circulação de pessoas, exceto por necessidade para acesso aos serviços essenciais e sua prestação, comprovando-se a necessidade ou urgência.

O presidente da Amapar, prefeito de Carmo do Paranaíba, César Caetano de Almeida também já havia se antecipado na restrição de algumas atividades, como abertura de bares, restaurantes e realização de eventos. De acordo com o prefeito, considerando o número elevado de casos confirmados, de internações e de óbitos, os prefeitos deliberaram por unanimidade, que o modelo de Decreto de Patos de Minas é uma base para ser utilizada por outros municípios. “A redução da contaminação beneficia diretamente as nossas cidades, a região como um todo, e ameniza a sobrecarga de saúde em Patos de Minas, que é a nossa grande preocupação neste momento.”, disse.

Decreto

Os municípios devem seguir como base, as seguintes medidas adotadas em Patos de Minas:

*Os comércios em shoppings e galerias, pátios e correlatos poderão funcionar de segunda a sexta, das 10h00min às 18h00min, ficando fechados aos finais de semana e feriados, exceto para venda remota, sendo vedada a retirada no local;

*Supermercados, mercados, mercearias e açougues poderão funcionar todos os dias das 7h00min às 22h00min, vedado o consumo de alimentos e bebidas no local;

*As padarias poderão funcionar todos os dias das 5h00min às 22h00min, ficando proibido o consumo de bebidos alcoólicas no local;

*O comércio poderá funcionar de segunda a sexta-feira, das 9h00 às 18h00min e fechado aos finais de semana e feriados, exceto para venda remota, sendo vedada a retirada no local;

*Salões de beleza, barbearias, clínicas de estéticas, clínicas médicas e clínicas odontológicas, poderão funcionar de segunda a sexta-feira, das 9h00min às 18h00min, ficando fechados aos finais de semana e feriados;

*Restaurantes, pizzarias, praças de alimentação, bares, lojas de conveniência e congêneres (inclusive, comércio varejista de bebidas e lanchonetes), poderão funcionar de segunda a sexta, das 09h00min às 18h00min e estarão fechados aos finais de semana. Estes estabelecimentos ficam autorizados a funcionar com venda remota (delivery) todos os dias da semana, inclusive com retirada no local;

*Atividades recreativas, eventos sociais e corporativos estão proibidos; VIII – clubes sociais, academias e demais estabelecimentos voltados à prática esportiva, funcionarão de segunda a sexta-feira, das 5h00min às 19h00min e ficarão fechados aos finais de semana e feriados; IX – feiras livres poderão funcionar sem consumo de alimentos e bebidas no local;

*As agências bancárias, cooperativas de crédito e caixas econômicas poderão adotar o horário de funcionamento das 10h00min às 15h00min, de segunda a sextafeira. As Caixas Econômicas poderão abrir aos sábados para atendimento e pagamento do auxílio emergencial e FGTS. 

*As casas lotéricas e correspondentes bancários poderão adotar horário de funcionamento das 7h00min às 18h00min, sendo que as casas lotéricas poderão abrir aos sábados das 8h00min às 19h00min. Parágrafo único. As Casas Lotéricas instaladas nas dependências de shoppings ou centros comerciais poderão funcionar no horário estabelecido para o respectivo empreendimento comercial.

*Para efeito de classificação dentro do Plano Minas Consciente, o Município observará a onda em que a Macrorregião Noroeste estiver. Os protocolos sanitários e de distanciamento social deverão observar a onda que estiver a Macroregião Noroeste no Minas Consciente, além das demais normas locais. 

O Decreto na íntegra pode ser acessado no link: DOM_322_4_2_2021_EDICAO-EXTRAORDINARIA (PDF) (1).pdf

Hospital São Lucas

A possibilidade de abertura de leitos para atendimento de casos da Covid-19 vem sendo avaliada pela Prefeitura de Patos de Minas e foi colocada em pauta na reunião. O presidente da Amapar e o prefeito de Patos de Minas explicaram que a situação é analisada com cautela, uma vez que, trata-se de investimento público em uma instituição privada, embora o hospital atenda pelo SUS.

“Estamos analisando todas as opções, inclusive através do Cisalp, levando em consideração que o Hospital Regional não tem estrutura para ampliação e nem o Hospital de Campanha”, comentou o prefeito de Patos de Minas. Ainda de acordo com Luís Eduardo Falcão, embora seja uma opção no momento, a abertura de leitos no Hospital São Lucas demandará tempo, em função da regulamentação necessária, e também investimentos, que é uma dificuldade dos municípios no momento.

Ao final da reunião, os prefeitos da AMAPAR elaboraram um documento conjunto, em que solicitam ao Governo do Estado e ao Governo Federal, o repasse de recursos para enfrentamento à crise na saúde, proporcionada pelo aumento expressivo de casos. Esses recursos poderão ajudar no reforço de leitos nas microrregiões de São Gotardo, Paracatu e João Pinheiro e também em Patos de Minas.

Em Patos de Minas, o Decreto entra em vigor neste dia 05 de fevereiro e tem validade para os próximos quinze dias. De acordo com o Secretário Executivo da AMAPAR, Agno Rosa, mesmo os prefeitos que não estiveram presentes na reunião irão aderir ao Decreto, somando dezessete municípios da Amapar. São eles: Arapuá, Carmo do Paranaíba, Coromandel, Cruzeiro da Fortaleza, Guimarânia, Lagamar, Lagoa Formosa, Matutina, Patrocínio, Patos de Minas, Presidente Olegário, Rio Paranaíba, São Gotardo, São Gonçalo do Abaeté, Santa Rosa da Serra, Serra do Salitre, Tiros.

Fonte: Rejane Gomes – Assessoria de Comunicação AMAPAR

Assista a íntegra da coletiva de imprensa:

QUAL SUA OPINIÃO? COMENTE!

Os comentários não refletem a opinião do portal. A responsabilidade dos comentários é integralmente de seus autores. Comentários que são considerados como spam ou ofensivos devem ser denunciados diretamente ao Facebook. O Patos Notícias se reserva ao direito de remover postagens que violem seus termos de uso ou as leis vigentes sem prévia notificação. 

NOTÍCIAS RELACIONADAS

REPORTAR ERRO

Sua privacidade é muito importante pra nós! Usamos cookies, rastreadores, para exibir anúncios e conteúdos com base em suas preferências. Os cookies não permitem acesso a informações particulares, como nome, endereço, etc. Conheça nossa política de privacidade e nossos termos de uso.