Policiais chamam Bolsonaro de ‘traidor’ em protesto na Câmara

Os lobistas das carreiras policiais protestaram contra a decisão de não acatar emendas ao projeto da reforma da Previdência igualando os benefícios dessas categorias aos dos militares.
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Policiais chamam Bolsonaro de ‘traidor’ em protesto na Câmara
Foto: Reprodução

Representantes de agentes de segurança que querem regras mais brandas na reforma da Previdência protestaram, nesta terça-feira (2), no Salão Verde da Câmara dos Deputados.

O governo do presidente Jair Bolsonaro encampou a proposta do relator, deputado Samuel Moreira (PSDB-SP), e obrigou a bancada do PSL na Câmara a não apresentar destaques para votação em separado em favor de policiais civis, militares, federais, bombeiros, agentes penitenciários e carreiras correlatas.

- Continua depois da publicidade -

A União dos Policiais do Brasil (UPB) protestou “contra as más condições propostas para os policiais” no texto da reforma da Previdência.

“Não somos contra uma reforma no sistema previdenciário, mas esperávamos que o governo tivesse uma visão diferenciada do nosso trabalho e das nossas particularidades”, explica o presidente da Federação Nacional dos Policiais Federais, Luís Antônio Boudens, segundo o jornal Metrópoles.

No Salão Verde, sentados no chão, os agentes de segurança cantaram “Bolsonaro traidor”. Confira o vídeo abaixo:

- Continua depois da publicidade -

QUAL SUA OPINIÃO ? COMENTE!

Os comentários não refletem a opinião do portal. Não nos responsabilizamos por eles e em caso de descontentamento use a opção “Denunciar ao Facebook”. Você está sujeito aos nossos Termos de Uso.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

- Continua depois da publicidade -