Polícia recupera gado furtado e prende quatro na zona rural de Prata

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Com o grupo foram encontrados dezenas de armas, munições e cabeças de gado.

Quatro pessoas foram presas suspeitas de furtar gado na região 
Foto: Polícia Civil/Divulgação
Quatro homens foram presos pela Polícia Civil na zona rural de Prata, suspeitos de envolvimento em furto em uma fazenda da região no início do mês. Mais de 30 bovinos e dezenas de armas foram apreendidos, além de munições.
Segundo a polícia, a ação conjunta aconteceu com equipes de Ituiutaba, Santa Vitória e Prata. As investigações começaram após o crime em Chaveslândia, quando ladrões levaram 180 bovinos, entre vacas e touros. Conforme a ocorrência, eles usaram pelo menos seis carretas para o transporte dos animais.
Depois de ouvir testemunhas, os policiais identificaram os quatro autores, sendo que um deles é um homem de 40 anos apontado como dono de uma fazenda onde os animais e armas foram encontrados.
Mais de 30 animais foram recuperados após investigação da Polícia Civil 
Foto: Polícia Civil/Divulgação

Na noite de quarta-feira (19) foi desencadeada a operação e os policiais foram até uma das propriedades rural do suspeito, a cinco quilômetros de Prata. Lá foram presos três pessoas de 25, 36 e 40 anos, suspeitos de envolvimento no furto. Também foram apreendidos 34 animais.
Em seguida, a equipe foi até outra fazenda e prendeu o proprietário de 40 anos. Na casa dele foram encontrados dois revólveres (calibre .38 e .22), duas pistola (calibre .380 e .22), nove espingardas (calibre 12, 16, 20, 22, 28, 38, 40 e 44), além de 360 munições intactas e aproximadamente 300 munições deflagradas.
A Polícia Civil disse ainda que também foram apreendidos uma Saveiro, duas caminhonetes e um caminhão boiadeiro que eram utilizados para transportar os animais.

- Continua depois da publicidade -

QUAL SUA OPINIÃO ? COMENTE!

Os comentários não refletem a opinião do portal. Não nos responsabilizamos por eles e em caso de descontentamento use a opção “Denunciar ao Facebook”. Você está sujeito aos nossos Termos de Uso.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

- Continua depois da publicidade -