Polícia mata pelo menos cinco bandidos durante tentativa frustrada de roubo a avião

Além dos mortos, quatro assaltantes foram presos e um foi ferido.
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

A Polícia Federal (PF) informou ter impedido hoje (26) um assalto no Aeroporto de Salgueiro, em Pernambuco, quando indivíduos fortemente armados tentaram roubar o dinheiro que estava sendo transportado em avião de uma empresa de segurança para abastecer um banco da cidade.

- Continua depois da publicidade -
Foto: Reprodução (Internet/Rede Social)

Segundo a corporação, no momento da aterrissagem, os assaltantes invadiram a pista do aeroporto e abordaram os vigilantes dos carros-fortes que transportariam o dinheiro. “Eles também dispararam contra o avião, ferindo o piloto e obrigando-o a parar”, diz nota divulgada pela PF.

De acordo com a PF, na abordagem, houve intenso confronto entre os assaltantes e os policiais federais, que resultou na morte de cinco envolvidos e deixou um ferido, que foi socorrido no hospital local. Já foram presos mais quatro integrantes da quadrilha.

Foto: Reprodução (Internet/Rede Social)

Com os assaltantes foram apreendidos seis fuzis e uma metralhadora .50, que estava instalada em um dos veículos usados pela quadrilha. “Outro veículo, com uma quantidade ignorada de assaltantes, conseguiu evadir-se do local. Estão sendo realizadas buscas na região, com o apoio da Polícia Militar, para localização e prisão desses assaltantes”, acrescenta a PF.

Segundo a corporação, o piloto foi socorrido e, conforme informações do hospital, suas condições são estáveis.

“Essa era a principal quadrilha especializada em assaltos a bancos e carros-fortes da região e já vinha sendo investigada pela Polícia Federal há mais de um ano. Nenhum valor foi subtraído”, finaliza o comunicado da PF.

Edição: Nádia Franco

- Continua depois da publicidade -

QUAL SUA OPINIÃO ? COMENTE!

Os comentários não refletem a opinião do portal. Não nos responsabilizamos por eles e em caso de descontentamento use a opção “Denunciar ao Facebook”. Você está sujeito aos nossos Termos de Uso.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

- Continua depois da publicidade -