Polícia Civil faz operação contra milícia que agia em vários bairros do Rio

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

O Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MPRJ) e a Divisão de Homicídios da Polícia Civil realizam uma operação hoje (22) para cumprir 31 mandados de prisão preventiva e 45 de busca e apreensão contra denunciados que fazem parte de uma milícia que atua em diversos bairros da zona oeste da capital fluminense, como Campo Grande, Santa Cruz e Santíssimo, e também em municípios como Itaguaí e Mangaratiba, além de Niterói e São Gonçalo.

Os 31 integrantes da milícia foram denunciados pelo Ministério Público por organização criminosa. A operação recebeu o nome de Marvel, porque a nova liderança é rival da antiga, comandada pelo miliciano Ricardo Teixeira da Cruz, o Batman, que está preso em uma penitenciária federal fora do Rio. Quando ele liderava a milícia, o grupo era conhecido como Liga da Justiça.

De acordo com o MP, a milícia coagia moradores e comerciantes a pagarem por suposta proteção, além de controlar a venda de botijões de gás e prestar serviços de TV a cabo e de internet de forma ilegal, praticar roubos de automóveis e receptar veículos roubados e clonados e, ainda, extorquir empresas para que pudessem transitar e realizar suas entregas nas áreas dominadas pela organização criminosa.

Segundo a investigação, a milícia é responsável por espancamentos, sequestros, torturas e homicídios qualificados, em plena luz do dia e em locais de grande aglomeração de pessoas. De acordo com a denúncia, as vítimas da violência seriam pessoas que eventualmente teriam se recusado a se submeter às regras impostas pela organização criminosa ou que pudessem levar ao conhecimento das autoridades os crimes praticados pelos milicianos.

O líder da milícia é Wellington da Silva Braga, conhecido como Didi ou Eco, que ainda não foi preso. Ele assumiu o controle da organização após a morte do irmão, Carlos Alexandre da Silva Braga, o Carlinhos Três Pontes, morto em confronto com a polícia.


Problemas em visualizar essa matéria? Clique aqui e confira a íntegra.


Fonte: Agência Brasil

QUAL SUA OPINIÃO? COMENTE!

Os comentários não refletem a opinião do portal. A responsabilidade dos comentários é integralmente de seus autores. Comentários que são considerados como spam ou ofensivos devem ser denunciados diretamente ao Facebook. O Patos Notícias se reserva ao direito de remover postagens que violem seus termos de uso ou as leis vigentes sem prévia notificação. 

NOTÍCIAS RELACIONADAS

REPORTAR ERRO

Sua privacidade é muito importante pra nós! Usamos cookies, rastreadores, para exibir anúncios e conteúdos com base em suas preferências. Os cookies não permitem acesso a informações particulares, como nome, endereço, etc. Conheça nossa política de privacidade e nossos termos de uso.