Polícia Civil esclarece homicídio em Governador Valadares

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

O homicídio de Claudinei Lourenço Alves, de 47 anos, aconteceu em outubro do ano passado na zona rural da cidade. 

O delegado Gean Fanti concedeu entrevista coletiva aos veículos de comunicação.
Foto: Divulgação
A Polícia Civil em Governador Valadares esclareceu o homicídio de Claudinei Lourenço Alves, de 47 anos. Ele foi encontrado morto na tarde de 25 de outubro de 2016 por um funcionário do DNIT, às margens de um córrego próximo à linha férrea, na zona rural da cidade.
De acordo com o delegado Gean Fanti, responsável pelas investigações, o sobrinho da vítima, Tiago Lourenço Alves, de 24 anos, passou de testemunha a principal suspeito. Ele foi ouvido pela Polícia e depois chegou a confirmação, pelo exame de DNA, que as manchas de sangue encontradas pelos peritos na residência de Tiago eram da vítima. Além disso, há informação de familiares de que tio e sobrinho viviam em constante atrito.
Foragido desde o ano passado, Tiago foi preso pela Polícia Militar no bairro Santa Rita na última quarta-feira (22). No interrogatório, ele confessou que assassinou a vítima na madrugada do dia 23 de outubro com vários golpes de faca e pancadas, dentro de um dos quartos da residência, após ter sido ameaçado pelo tio.
Na manhã do dia seguinte, o suspeito percorreu a Avenida JK, uma das vias mais movimentadas da cidade, com o corpo da vítima enrolado num colchão dentro de uma carroça, até às margens da BR 381, onde o corpo foi dispensado.
O rapaz, que confessou os crimes de homicídio e ocultação de cadáver do próprio tio, foi encaminhado ao sistema prisional, onde permanece à disposição da Justiça.
Polícia Civil
27/03/2017

QUAL SUA OPINIÃO ? COMENTE!

Os comentários não refletem a opinião do portal. Não nos responsabilizamos por eles e em caso de descontentamento use a opção “Denunciar ao Facebook”. Você está sujeito aos nossos Termos de Uso.

NOTÍCIAS RELACIONADAS