Polícia Civil cumpre mandado e prende jovem acusado de homicídio em Lagoa Grande

O rapaz é suspeito de ser o autor do homicídio de Geferson Tomaz ocorrido em 30 de junho.
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Foto: Divulgação (PCMG)

A Polícia Civil, através da Delegacia de Polícia de Presidente Olegário, deu cumprimento a mandado de prisão preventiva em desfavor de Ronan Nogueira de Lima, 21 anos de idade, um dos autores do homicídio ocorrido no dia 30 de junho de 2017, na cidade de Lagoa Grande, no Noroeste do Estado.

Durante a madrugada daquela data Geferson Tomaz de Souza, 25 anos de idade, foi morto a facadas na orla da lagoa em Lagoa Grande durante uma briga.

- Continua depois da publicidade -

A Polícia Civil iniciou as investigações e apurou que Ronan Nogueira de Lima e Leonardo Gonçalves da Silva tiveram participação no homicídio, tendo a Polícia Civil representado pela decretação da prisão preventiva de ambos, as quais foram deferidas no dia 09 de outubro deste ano.

Durante as investigações a Polícia Civil recolheu e apreendeu as roupas utilizadas pelos suspeitos e a faca utilizada no homicídio, sendo todo o material encaminhado ao Setor de Perícias em Belo Horizonte.

Ronan se apresentou na manhã desta segunda-feira (16/10) na Delegacia de Polícia Civil de Lagoa Grande, acompanhado de seu advogado, enquanto Leonardo encontra-se foragido. Diversas diligências foram realizadas na semana passada no intuito de localizar e prender Leonardo, todavia o mesmo não foi localizado.

Leonardo possui passagens policiais pela prática dos crimes de furto, receptação, uso de documento falso e formação de quadrilha. Ronan possui passagens policiais pela prática dos crimes de tráfico de drogas e associação para o tráfico de drogas.

A Delegacia de Presidente Olegário tem trabalhado de forma incessante na apuração dos crimes ocorridos na região Lagamar, Lagoa Grande e Presidente Olegário, contando sempre com a colaboração dos cidadãos de bem, que têm um papel essencial através do fornecimento de informações à Polícia Civil, seja por meio do Disque Denúncia Unificado – DDU 181 ou pelo telefone da Delegacia de Polícia Civil 34-3811-1227.

A Polícia Civil reforça a sua missão em realizar a investigação criminal e o compromisso com o interesse público na apuração dos delitos, o que tem impactado na redução da criminalidade da região, solicitando que a população denuncie à Polícia Civil a localização de Leonardo para que o mesmo seja preso e conduzido ao presídio.

Hamilton Amorim – P.O Notícias

QUAL SUA OPINIÃO ? COMENTE!

Os comentários não refletem a opinião do portal. Não nos responsabilizamos por eles e em caso de descontentamento use a opção “Denunciar ao Facebook”. Você está sujeito aos nossos Termos de Uso.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

- Continua depois da publicidade -