Polícia Civil apresenta suspeito de participar de assassinato de duas pessoas em Passos, MG

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Corpos das vítimas foram encontrados carbonizados no dia 22 de fevereiro deste ano. Homem foi preso no bairro Tatuapé, na zona Sul de São Paulo.

Corpos carbonizados foram encontrados dentro de carro em Passos (MG) (Foto: Hélder Almeida)
A Polícia Civil apresentou nesta segunda-feira (10) um dos suspeitos de participar do assassinato de dois homens em Passos (MG). Os corpos das vítimas, que eram de Araxá (MG), foram encontrados carbonizados em um canavial no dia 22 de fevereiro deste ano. Segundo a polícia, em uma escuta telefônica o suspeito confirma que foi contratado para cobrar dívidas.
Os corpos de Hugo Leonardo de Castro, de 34 anos, e de Gabriel Filipe Silva, de 21 anos, estavam carbonizados dentro de um carro abandonado em um local conhecido como linha da Mumbuca, próximo à BR-146, que liga Passos a Bom Jesus da Penha (MG). Familiares contaram à polícia que os dois vendiam cigarro contrabandiado do Paraguai e teriam ido até a cidade a procura de novos fornecedores.
“Face à complexidade e a maior ação à fiscalização da Receita Federal, Polícia Federal, Polícia de fronteira do Paraguai, eles estavam com dificuldade de aquisição de novos cigarros”, explicou o delegado do caso, Marcos Pimenta.
De acordo com os policiais, o suspeito preso estava no bairro Tatuapé na zona Sul da capital paulista. O homem de 44 anos foi detido quando chegava para visitar a mãe, que faz tratamento de saúde no Hospital São Luiz, também em São Paulo. Ainda segundo a policia, ele é irmão de Fernando Baiano, ex-jogador do Corinthians e do Flamengo. Ele foi transferido para o presídio de Passos.
Segundo os policiais, escutas telefônicas autorizadas pela Justiça ajudaram a polícia a descobrir que os dois autores do crime estavam em São Paulo. Em uma das escutas, um deles menciona que estão sendo investigados. “Isso é jagunçu grande, irmão. E tem uns ‘bagulhos’ que eu questiono, eu pergunto. Sabe por quê, irmão? Porque é o meu que está na reta, parceiro”, disse um dos suspeitos.
A Polícia Civil também informou que pediu a prisão temporária de um homem de 51 anos, que já está preso no presídio de Passos por receptação. A polícia acredita que ele tenha auxiliado os criminosos no duplo homicídio. Ele também é suspeito de já ter contratado a dupla para cobrar dívidas na região.
Até a publicação desta reportagem, o outro envolvido, um homem de 39 anos, continuava foragido. Agora, a polícia pretende identificar os mandantes do crime.
As vítimas foram encontradas na tarde do dia 23 de fevereiro, dentro de um carro na zona rural de Passos. Segundo a polícia, um deles estava dentro do porta-malas do veículo, que tem placas de Uberlândia. Conforme a Polícia Civil, os policiais chegaram até o local após uma denúncia anônima.
No dia do crime, Hugo chegou a mandar a localização para a esposa e a placa do carro que estava seguindo para fazer a negociação, através do celular. Durante as investigações a polícia descobriu que eles haviam se encontrado com dois homens, que segundo os policiais, eram contratados por vendedores de cigarro do Paraguai para negociar e cobrar dívidas.
“Recebia cerca de 20% de todas as dívidas por eles cobradas e, que aqui em Passos, não foi diferente. Entretanto, no ato da negociação houve um desencontro e eles acabaram matando. Ele juntamente com seu parceiro, acabou matando a dupla que veio de Araxá”, disse o delegado do caso.
No dia 23 de março, a Polícia Civil de Araxá (MG) confirmou que os corpos são dos araxaenses Hugo Leonardo Castro, de 33 anos, e Gabriel Felipe Silva Ferreira, de 21 anos. Os exames foram feitos no Instituto de Criminalística de Belo Horizonte.



G1 – Triângulo Mineiro
11/04/2017

QUAL SUA OPINIÃO ? COMENTE!

Os comentários não refletem a opinião do portal. Não nos responsabilizamos por eles e em caso de descontentamento use a opção “Denunciar ao Facebook”. Você está sujeito aos nossos Termos de Uso.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

- Continua depois da publicidade -