PM corrige número de vítimas no Juramento: cinco mortos e um ferido

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

A Polícia Militar corrigiu agora à tarde o número de vítimas da operação policial no Morro do Juramento, na zona norte da cidade do Rio de Janeiro. Foram cinco mortos e um ferido. De acordo com a PM, seis homens foram baleados em confronto com policiais.

Desses seis, um morreu no local e cinco foram levados ao Hospital Estadual Getúlio Vargas. Quatro dos feridos morreram no hospital, de acordo com a polícia. O quinto ferido está vivo e fora de perigo, internado sob custódia no hospital.

Mais cedo, o porta-voz da PM, major Ivan Blaz, informou à Agência Brasil que a operação deixou seis mortos, confirmado pela Sala de Polícia do hospital.

A operação tem por objetivo localizar e prender suspeitos de participação no assassinato do comerciante Augusto Silva Alves. Alves estava dirigindo seu carro quando foi morto na última terça-feira (24), durante uma tentativa de assalto. No mesmo carro, estavam a mulher e o filho, que não ficaram feridos.

 


Problemas em visualizar essa matéria? Clique aqui e confira a íntegra.


Fonte: Agência Brasil

QUAL SUA OPINIÃO ? COMENTE!

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
ATENÇÃO: Dê preferência em utilizar sua conta do Facebook ou Google para comentar. Comentários com cinco descutidas serão submetidos a moderação. Para denunciar um comentário, clique na bandeira vermelha.
Os comentários não refletem a opinião do portal. A responsabilidade dos comentários é integralmente de seus autores. O Patos Notícias se reserva ao direito de remover postagens que violem seus termos de uso ou as leis vigentes sem prévia notificação.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

REPORTAR ERRO

Sua privacidade é muito importante pra nós! Usamos cookies, rastreadores, para exibir anúncios e conteúdos com base em suas preferências. Os cookies não permitem acesso a informações particulares, como nome, endereço, etc. Conheça nossa política de privacidade e nossos termos de uso.