Pequenos negócios mineiros voltam a contratar mais do que demitir em fevereiro

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

O estado foi o segundo com o maior saldo de emprego com carteira assinada.

As Micro e Pequenas Empresas geram boa parte dos empregos no estado.
Foto: Reprodução

No segundo mês do ano, Minas Gerais registrou um saldo de 8.231 empregos gerados pelas Micro e Pequenas Empresas (MPE). O número só não foi maior que o de São Paulo, que teve mais de 20 mil novos postos de trabalho gerados no período. É o que mostra o levantamento do Sebrae, com base nos dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE).
De acordo com os dados, as MPE mineiras contrataram 88.667 e demitiram 80.436 funcionários. O setor de serviços foi responsável pelo melhor saldo. Foram 24.235 admissões contra 19.667 desligamentos, que resultaram em um balanço de 4.568 empregos. Na contramão, o único setor que ficou no vermelho foi o da construção civil, com o saldo de -43 vagas.
Em relação às regionais do estado, a Centro foi a que registrou o melhor saldo, 2.337 empregos, ao lado da regional Centro-Oeste e Sudoeste com 2.244, e Triângulo e Alto Paranaíba com 2.041. A única regional com saldo negativo foi a Rio Doce e Vale do Aço com -171 vagas.

Apesar do bom resultado das MPE mineiras em fevereiro, as médias e grandes empresas não conseguiram acompanhar os resultados positivos e fecharam com -282 vagas.
Clique na Tabela para Ampliar
Sebrae Minas
23/03/2017

- Continua depois da publicidade -

QUAL SUA OPINIÃO ? COMENTE!

Os comentários não refletem a opinião do portal. Não nos responsabilizamos por eles e em caso de descontentamento use a opção “Denunciar ao Facebook”. Você está sujeito aos nossos Termos de Uso.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

- Continua depois da publicidade -