PCMG indicia homem que agrediu idoso no Centro de Patos de Minas

O idoso faleceu no dia seguinte ao crime. O agressor vai responder por homicídio qualificado.
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

A Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) concluiu o inquérito instaurado para apurar as circunstâncias da morte de um homem, de 73 anos, ocorrida em Patos de Minas, região do Alto Paranaíba. O suspeito, de 50 anos, foi indiciado por homicídio com três qualificadoras, motivo fútil, crueldade e maneira que dificultou a defesa da vítima. Ele está preso desde o dia do crime.

De acordo com as investigações, no dia 21 de março deste ano, o investigado teria agredido a vítima até deixá-la desacordada. Durante a agressão, ele ainda pisou várias vezes na cabeça da vítima, resultando em lesões graves. Ele só parou com a violência após a intervenção de pessoas que estavam no local. O homem foi socorrido e encaminhado ao hospital, mas não resistiu aos ferimentos.

Sobre o crime

Um idoso José Francisco da Silva de 73 anos, que vive em situação de rua, foi brutalmente agredido durante a madrugada de segunda-feira (21/03) na Rua Major Gote, esquina com a Rua General Osório, no centro de Patos de Minas. A vítima foi socorrida inconsciente e entubada.

Segundo a Polícia Militar, as câmeras do Olho Vivo flagraram o momento que um homem é agredido no centro de Patos de Minas. Imediatamente, viaturas foram ao local e quando chegaram, depararam com a vítima deitada no chão. O suspeito havia acabado de cessar as agressões, depois que uma testemunha que passava de carro pela rua começou a gritar com ele.

Ao visualizar a viatura policial, o suspeito passou a correr, mas foi alcançado e preso pelos policiais. A vítima foi socorrida pelo SAMU e levada para o Hospital Regional Antônio Dias. O idoso estava inconsciente, teve que ser entubado e apresentava traumatismo craniano grave.

Um motorista que passava pelo local disse que viu o momento que o suspeito pisava na cabeça do idoso. Ele então parou o carro e passou a gritar com o homem para cessar as agressões, o que aconteceu.

Ao ser questionado pelos policiais, o suspeito do crime, um homem de 50 anos, disse que agrediu a vítima após ser golpeado com um tapa no rosto. Fato que foi desmentido pelas câmeras de vídeo monitoramento.

As imagens mostraram os dois homens discutindo na esquina. A vítima estava sentada no chão, momento que o suspeito dá um tapa no rosco e um chute na cabeça. Desacordada e sem condições de se defender, o suspeito pisa com força na cabeça dela por 21 vezes, utilizando o peso do corpo para potencializar as agressões.

Diante do flagrante, o homem foi preso e levado para a Delegacia de Polícia Civil. José Francisco da Silva não resistiu aos ferimentos e morreu no dia seguinte ao crime.

QUAL SUA OPINIÃO? COMENTE!

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
A responsabilidade pelos comentários é dos respectivos autores. Eles não representam a opinião do Patos Notícias. Comentários com 15 votos negativos a mais que positivos são removidos.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

NEWSLETTER

REPORTAR ERRO

Usamos cookies para exibir anúncios e conteúdos com base em suas preferências.  Conheça nossa política de privacidade e nossos termos de uso.