Patos de Minas regride para onda amarela; veja o que muda

O grau de risco da microrregião saltou de 3 para 16.
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Depois de várias semanas consecutivas na onda verde do Programa Minas Consciente, Patos de Minas regrediu para a amarela. Segundo informações divulgadas pelo Governo de Minas Gerais, na quarta-feira (13/01), tanto a micro quanto a macrorregião apresentaram uma elevação no potencial de transmissão e de casos confirmados da covid-19.

Os dados apresentados pelo comitê de enfretamento a COVID-19, apontam que o grau de risco da microrregião (Patos de Minas) passou de 3 para 16.

  • Taxa de ocupação de UTI Adulto: 53%
  • Leitos de UTI adulto livre por 100 mil/hab: 14,2
  • Variação de positividade: 78%
  • Taxa de Incidência: 65%

Com a mudança de onda, a partir do dia 16 de janeiro, as seguintes atividades econômicas serão paralisadas:

  • Atividades artísticas, como produção teatral, musical e de dança e circo;
  • Cinemas, bibliotecas, museus, arquivos;
  • Parques, zoológicos e jardins;
  • Feiras, congressos, exposições, filmagens de festas, casas de festas, bufê;
  • Parques de diversão, discotecas, boliches, sinuca;
  • Serviços de colocação de piercings e tatuagens.

Segundo o Minas Consciente, Patos de Minas deverá ficar 28 dias consecutivos na onda amarela, sem regredir para a vermelha, para poder voltar para a verde.

A prefeitura de Patos de Minas ainda não se posicionou a respeito da regressão de onda. O prefeito, Luís Eduardo Falcão (PODEMOS), em entrevistas recentes, defendeu protocolos independentes para o município.

QUAL SUA OPINIÃO ? COMENTE!

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
ATENÇÃO: Dê preferência em utilizar sua conta do Facebook ou Google para comentar. Comentários com cinco descutidas serão submetidos a moderação. Para denunciar um comentário, clique na bandeira vermelha.
Os comentários não refletem a opinião do portal. A responsabilidade dos comentários é integralmente de seus autores. O Patos Notícias se reserva ao direito de remover postagens que violem seus termos de uso ou as leis vigentes sem prévia notificação.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

REPORTAR ERRO

Sua privacidade é muito importante pra nós! Usamos cookies, rastreadores, para exibir anúncios e conteúdos com base em suas preferências. Os cookies não permitem acesso a informações particulares, como nome, endereço, etc. Conheça nossa política de privacidade e nossos termos de uso.