Patos de Minas: Primeiras doses serão para idosos asilados e trabalhadores da linha de frente

Expectativa é que as primeiras doses cheguem a Patos de Minas nas próximas 48 horas.
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Seguindo critérios de nota técnica divulgada pelo Ministério da Saúde nesta segunda-feira (18), a Secretaria Municipal de Saúde definiu em quais grupos serão aplicadas as primeiras doses da vacina contra o coronavírus que chegarem a Patos de Minas: idosos institucionalizados e trabalhadores dessas instituições de longa permanência, além de trabalhadores da saúde atuantes na linha de frente da Covid-19 das redes pública e privada. Esse público soma cerca de 3.500 pessoas, conforme estimativa levantada pela Vigilância Epidemiológica.

A União já enviou cerca de 560 mil unidades do imunizante para Minas Gerais, e a expectativa é que a remessa de Patos de Minas chegue nas próximas 48 horas. “Ainda não fomos comunicados de quantos doses vêm para nós, mas o importante é que, tão logo elas cheguem, iniciamos a aplicação”, disse o prefeito Luís Eduardo Falcão Ferreira. A Secretaria de Saúde atenderá os idosos nos próprios abrigos, e os profissionais da linha de frente serão vacinados nos locais de trabalho.  

Segundo a secretária municipal de Saúde, Ana Carolina Magalhães Caixeta, o calendário vacinal será atualizado conforme a quantidade de vacinas enviada a cada remessa pelo Governo estadual, que, por sua vez, recebe-as do Governo federal. “Não é o município que define esse quantitativo, por isso não temos como divulgar um calendário a longo prazo. Adiantamos aos cidadãos que, no momento da vacinação, será preciso apresentar documento com foto e número do CPF, pois a vacina será nominal. Acompanharemos o processo com muito critério, para garantir que os grupos prioritários tenham, de fato, prioridade”, destacou.

Segundo momento – Depois de idosos asilados e trabalhadores da linha de frente, a ordem de imunização em Patos de Minas terá demais trabalhadores ativos da saúde e pessoas maiores de 60 anos. Para esse segundo momento, a população-alvo deverá cadastrar-se por meio de uma página eletrônica a ser divulgada até o dia 25 de janeiro. Com os cadastros em mãos, as unidades de saúde da família (USFs) farão contato com o paciente para agendar a aplicação. Ao longo da semana, mais detalhes desse processo serão divulgados nos canais oficiais da prefeitura.

QUAL SUA OPINIÃO? COMENTE!

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
A responsabilidade pelos comentários é dos respectivos autores. Eles não representam a opinião do Patos Notícias. Comentários com 15 votos negativos a mais que positivos são removidos.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

REPORTAR ERRO

Usamos cookies para exibir anúncios e conteúdos com base em suas preferências.  Conheça nossa política de privacidade e nossos termos de uso.