Patos de Minas: Pacientes de clínica de reabilitação eram agredidos e vivam em condições desumanas

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Pacientes eram agredidos com socos, tapas e chutes. Os funcionários trabalhavam sem receber nenhuma remuneração em dinheiro. 

No corpo do paciente as marcas das agressões. 
Foto: Daniel Lima (NTV)

Uma clínica de reabilitação que funciona na zona rural de Patos de Minas, próxima a comunidade da Baixadinha, foi denunciada por suspeita maus tratos à pacientes. 
Ontem, domingo (02), a Polícia Militar compareceu ao local, onde encontrou uma situação deplorável: a residência pequena não oferece condições de higiene para os internos. Além disso, os móveis eram velhos, improvisados e sujos. 
A situação só foi descoberta, porque uma pessoa que mora próxima ao local, conversou com dois pacientes que pediram ajuda. São três internos no total, dois irmão de 45 e 55 anos que sofrem de esquizofrenia e uma senhora de 54 anos, usuária de drogas. 
SAMU foi acionado para atender os pacientes da clínica.
Foto: Daniel Lima (NTV)
O SAMU foi acionado e prestou atendimento aos pacientes. Em conversa com a equipe de reportagem da NTV, emissora local de Patos de Minas,  o homem de 55 anos relatou que eles eram constantemente agredidos com socos, tapas e chutes. 
Já a mulher, disse que pagava R$1.200,00 mensalmente pelos serviços da clínica. No entanto, os proprietários não apareciam com frequência no local. 
Os dois funcionários, trabalham no local em troca de moradia e alimentação, não recebendo salário, o que configura trabalho escravo. Eles foram encaminhados para delegacia. O dono da clínica, procurou a Polícia Civil e afirmou que as atividades haviam sido encerradas e que nenhum familiar buscou os internos.
Lélis Félix Souza
Triângulo Notícias
03/02/2017

QUAL SUA OPINIÃO ? COMENTE!

Os comentários não refletem a opinião do portal. Não nos responsabilizamos por eles e em caso de descontentamento use a opção “Denunciar ao Facebook”. Você está sujeito aos nossos Termos de Uso.

NOTÍCIAS RELACIONADAS