Patense Alan Patrick conquista medalha de prata na Superliga 18/19

Alan Patrick conquistou a medalha junto com o Sesi-SP e agora se prepara para se juntar a seleção brasileira militar.
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Alan Patrick Vôlei
Foto: Juliana Kageiama

Alan Patrick, talvez poucos conheçam esse nome, mas ele vem conquistando títulos importantes e colocando o voleibol patense em destaque. O mineiro natural de Patos de Minas, foi revelado pelo Sesi-Sp onde segue até hoje. A sua última passagem antes do retorno foi no Corinthians, na temporada 2017/2018, mas onde Alan mais se destacou e se sente bem é pelo Sesi.

Pelo Sesi-Sp Alan Patrick teve até hoje a sua maior conquista a medalha de prata na Superliga 2018/2019. Aos 24 anos, o ponteiro chegou a grande final da maior competição nacional e foi uma das peças chaves durante a temporada, que foi recheada de conquistas.

- Continua depois da publicidade -

O clube paulista começou conquistando a Copa São Paulo, em seguida foram medalhistas de prata no Campeonato Paulista, depois bronze na primeira edição da Libertadores de Clube e campeões da Supercopa (disputado entre os finalistas da última Superliga e da Copa Banco do Brasil 17/18) e por última a prata na principal competição nacional.

“Essa temporada foi uma surpresa pra mim, vamos dizer assim. Voltar para o Sesi, é um motivo de muito orgulho, um time que gosto muito e tenho um carinho muito especial. Jogar com todos aqueles jogadores, pra mim foi um grande ganho e acho que a final foi mesmo para coroar toda essa temporada boa que a gente veio fazendo. De crescimento seja individual e também de equipe”, disse Alan Patrick sobre seu retorno e temporada.

Alan Patrick Vôlei
Foto: Juliana Kageiama

O atleta patense conquistou a prata junto com a equipe Sesi-Sp, após um confronto emocionante contra o Taubaté. Com duas vitórias de cada equipe, a final foi para a última disputa, onde o time do técnico Renan Dal Zotto venceu o Sesi por 3 sets a 1.

Além da medalha de prata, Alan foi um dos destaques da equipe, com uma evolução nítida durante a competição. No primeiro jogo, ele chegou a ser eleito o melhor da partida e recebeu o viva vôlei, ao fazer 19 pontos contra Ribeirão Preto. O que fez com que a medalha tivesse um gostinho ainda mais especial.

“Essa medalha tem um gosto mais especial. Eu sonhei com isso a minha vida toda, acho que chegar à final de uma superliga é uma coisa que a gente não consegue explicar, só consegue sentir. É logico que teria sido melhor se tivéssemos sido campeão, a medalha de ouro traria meio que um selamento do nosso trabalho durante toda a temporada, uma equipe que a gente formou, mas tem um sentimento muito especial, sim de dever cumprido”, completou Alan Patrick.

Com o dever cumprido durante a temporada com o Sesi, chegou a hora de alçar voos maiores. Alan Patrick vai se juntar a Seleção Brasileira Militar, que inicia a preparação para a disputa do Campeonato Mundial, em outubro. Até lá muito trabalho, mas o atleta se sente feliz com a oportunidade de integrar a equipe.

“As expectativas são boas. A seleção militar é um pouco diferente da seleção brasileira olímpica, mas aprender um pouco mais sobre o exército, acho que é um período de engrandecimento pessoal meu também. Então, eu estou muito feliz com essa oportunidade de estar podendo ir contribuir, de aprender bastante, que é o que eu espero. Seja com o vôlei, seja com o que eles tem a ensinar sobre o treinamento militar, então eu estou muito feliz”.

- Continua depois da publicidade -

QUAL SUA OPINIÃO ? COMENTE!

Os comentários não refletem a opinião do portal. Não nos responsabilizamos por eles e em caso de descontentamento use a opção “Denunciar ao Facebook”. Você está sujeito aos nossos Termos de Uso.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

- Continua depois da publicidade -