Parceiro do Plantando o Futuro é finalista do Prêmio ANA 2017

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Realizado pelo Grupo Dispersores em parceria com o Plantando o Futuro, programa do Governo do Estado, o projeto “De Olho nos Olhos – Proteção e Recuperação de Nascentes” foi selecionado como finalista do Prêmio ANA 2017. Promovido pela Agência Nacional de Águas (ANA), a premiação é de abrangência nacional e seleciona os melhores trabalhos em gestão e uso sustentável de recursos hídricos no país.

O projeto “De Olho nos Olhos” prevê o plantio de 130 mil mudas de árvores nativas, recuperando 157 hectares da Mata Atlântica, por meio da restauração de 200 nascentes.

- Continua depois da publicidade -

A atuação do projeto é focada em 10 municípios mineiros localizados em Unidades de Conservação, como a Área de Proteção Ambiental (APA) Fernão Dias, APA Serra da Mantiqueira, entre outros municípios localizados na região do Alto da Bacia do Rio Sapucaí.

A iniciativa ainda engloba a produção de parte das mudas por meio do viveiro florestal da instituição e a promoção da educação ambiental junto a alunos e comunidades envolvidas, com execução até dezembro de 2018.

Também conhecido como o “Oscar da Água”, o Prêmio ANA dá destaque a trabalhos que apontem caminhos para assegurar água de boa qualidade e em quantidade suficiente para à população brasileira.  O “De Olho nos Olhos” já está entre os três melhores trabalhos do Brasil, pela classificação preliminar do prêmio.

Nesta edição, a Agência Nacional de Águas recebeu mais de 600 inscrições. A cerimônia de entrega da premiação será realizada em 6 de dezembro, em Brasília. Os ganhadores de cada categoria receberão o Troféu Prêmio ANA e participarão do 8º Fórum Mundial da Água, que ocorrerá pela primeira vez no Hemisfério Sul, em 2018.

Prêmio ANA

A premiação é dividida em categorias como: empresas, ensino, governo, imprensa, organizações civis e inovação tecnológica. A Comissão Julgadora do Prêmio ANA é composta por membros externos à agência e com notório saber na área de recursos hídricos, meio ambiente ou jornalismo. Um representante da agência preside o grupo, mas sem direito a voto.

Os critérios de avaliação dos trabalhos levam em conta os aspectos de: efetividade, impactos social e ambiental, potencial de difusão, adesão social, originalidade e sustentabilidade financeira (se aplicável). Para as categorias de imprensa, os critérios são adaptados ao contexto jornalístico.

Para mais informações sobre o Prêmio ANA 2017, acesse: premio.ana.gov.br/Edicao/2017/default.aspx.

Plantando o Futuro

O Projeto Plantando o Futuro é uma iniciativa do Governo de Minas Gerais, que objetiva plantar 30 milhões de árvores até dezembro/2018. Responsável pela coordenação e apoio logístico e operacional do projeto, a Codemig evidencia sua política de gestão ambiental, compatibilizando desenvolvimento econômico e conservação do meio ambiente.

Além de oferecer à população a oportunidade de ser protagonista do desenvolvimento sustentável, o programa vem incentivar o reflorestamento, contribuir para preservar a natureza e promover o bem-estar dos mineiros.

A iniciativa prioriza áreas degradadas, nascentes de rios e seus afluentes e matas ciliares, bem como a arborização urbana, com vistas ao plantio de árvores em todos os territórios de desenvolvimento do Estado.

Lançado em março de 2016, o projeto concluiu, até o momento, o plantio de mais 400 mil mudas de árvores nativas em áreas degradadas e a recuperação de mais de 50 nascentes. Além disso, viabilizou a produção de 1,8 milhões de mudas em nove viveiros.


Problemas em visualizar essa matéria? Clique aqui e confira a íntegra.


Fonte: AGÊNCIA MINAS

QUAL SUA OPINIÃO ? COMENTE!

Os comentários não refletem a opinião do portal. Não nos responsabilizamos por eles e em caso de descontentamento use a opção “Denunciar ao Facebook”. Você está sujeito aos nossos Termos de Uso.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

- Continua depois da publicidade -