Opinião: Que Mito! Até bandido vota no Bolsonaro

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Foto: Reprodução

Há quatro anos atrás eu me divertia no sofá de casa com a troca de farpas entre Dilma Rousseff e Aécio Neves. “Leviana” “leviana”, até hoje essas palavras não saíram da minha cabeça e para ser sincero até as incorporei em meu vocabulário.

Neste ano de 2018, novamente iremos as urnas para escolher o “chefe supremo”, brincadeira, o presidente nem tem tanto poder assim, sem o congresso ele é apenas uma figurinha para mostrar em eventos e reuniões no estrangeiro. Mas enfim, meu mérito aqui não é discutir o papel de um chefe de executivo e sim fazer uma breve análise do fenômeno “Bolso Mito”.

- Continua depois da publicidade -

Esse termo “mito” é no mínimo de duplo sentido, pode se referir a um “herói” ou a algo que é falso, mentiroso. Se eu contextualizar e levar em conta que estamos no Brasil, talvez seja encarado como algo inverdadeiro, já que nosso sistema educacional é precário e boa parte da população não tem acesso nem à aulas de filosofia básica.

Então, como explicar o crescimento avassalador deste candidato, que aparece na liderança, conforme apontou pesquisas eleitorais? Bom isso é complicado, mas na minha opinião (enquanto pessoa e eleitor) é que o povo estava se sentindo tão reprimido, triste e magoado, depois de enfrentar uma crise de quatro anos, tanto política, quanto econômica, que precisava se agarrar em um salvador, mesmo que a demostração disso fosse apenas no discurso.

Há e nossa querida internet, meio pelo qual falo com você, foi a responsável pelo crescimento deste projeto de presidente. Há cerca de três anos eu comecei a seguir Bolsonaro no Facebook e de início pensei (esse cara não ganha nem pra senador) e ainda por cima ri dos vídeos deles, era no mínimo cômico. Mas e agora? Acho que queimei minha língua.

Se acho que ele vai ganhar? Não sei, acho que deve chegar ao segundo turno, mas terá que lutar muito para conseguir bater de frente com seu concorrente, ainda mais levando em consideração que os eleitores de praticamente todos os outros candidatos migrarão seu voto para o opositor.

Chega de enrolação, vamos esclarecer esse título. “Será que até Bandido vota em Bolsonaro?” Sim, sabe por que? Todo mundo quer um “el salvador”, e se esse cara liberar as armas fica ainda melhor. Agora aqueles que estão dentro dos presídios brasileiros não vão poder fazer isso tá? (vai que tem algum lendo pelo celular lá de dentro, né). Quem é condenado, transitado em julgado, tem os direitos políticos cassados e o título de eleitor é cancelado. Mas vamos com calma, se o Jair cumprir com a palavra “liberar as armas apenas para o cidadão de bem”, tá tudo certo, pelo menos na teoria.

Então, caro leitor, não é só cidadão de bem que votará neste “mito”. E eu? Ainda não sei para falar a verdade e prefiro não julgar aqueles que vão digitar o número do PSL no próximo domingo (07). Um governo se faz com participação popular e não divisão. A única coisa que espero é que não aconteça aquele “50/50” de 2014.

Nota: Não vou assinar esse artigo por duas razões. Primeiro que alguns tem muita dificuldade em aceitar a opinião dos outros, e segundo, a situação é dramática de mais para ganhar crédito por isso.

- Continua depois da publicidade -

QUAL SUA OPINIÃO ? COMENTE!

Os comentários não refletem a opinião do portal. Não nos responsabilizamos por eles e em caso de descontentamento use a opção “Denunciar ao Facebook”. Você está sujeito aos nossos Termos de Uso.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

- Continua depois da publicidade -