Operação Nêmesis: Armas, veículos, dinheiro e documentos são apreendidos

Mandados de prisão e de busca e apreensão são cumpridos na região e em São Paulo.
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Operação Nêmesis Armas, veículos, dinheiro e documentos são apreendidos
Foto: Divulgação (Polícia Militar/MG)

A Polícia Militar de Patos de Minas divulgou na manhã desta segunda-feira (24/09) as primeiras imagens do material apreendido durante a Operação Nêmesis.

Os mandados de busca e apreensão resultaram no recolhimento de armas, veículos, dinheiro, eletrônicos, jóias e documentos. Todo o material estavam em imóveis de pessoas investigadas pelo GAECO.

Até o momento não foram divulgadas informações sobre a identidade dos presos. 42 mandados de prisão foram emitidos e deverão ser cumpridos ao longo deste dia.

A Operação Nêmesis

O Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado (GAECO) descadeou uma mega operação nesta terça-feira (24/09). As atividades estão sendo coordenadas em Patos de Minas e conta com a cooperação das unidades de Belo Horizonte, Uberaba, Uberlândia, Passos, São Paulo e São José do Rio Preto.

A operação foi batizada de “Nêmesis” e busca cumprir 71 mandados de busca e apreensão e 42 mandados de prisão. A Polícia Militar dá apoio e faz diligências em Patos de Minas, Patrocínio, Presidente Olegário, Serra do Salitre, Araxá, Uberaba, Uberlândia, Sete Lagoas, Monte Carmelo. Também são cumpridos mandados no estado de São Paulo, na capital e nas cidades de Mairiporã e em São José do Rio Preto.

Na mitologia grega, Nêmesis era a deusa do equilíbrio e do destino, que punia o comportamento desviante dos homens que quebravam as leis estabelecidas. Além de ser uma opositora da arrogância e orgulho, Nêmesis também defendia as pessoas que tinham sido punidas por crimes que não tinham cometido.

Os alvos dos mandados são pessoas da sociedade civil, inclusive agentes públicos, que integram um esquema de corrupção com inquerimento ilício. Há suspeita de envolvimento do grupo em diversos crimes como furto, roubo, receptação e homicídio.

Para garantir o cumprimento dos mandados, foram empregados 270 policiais militares, viaturas caracterizadas e descaracterizadas, duas aeronaves, drones e cães. Também participam da operação agentes do GAECO de Minas Gerais e São Paulo, Promotores de Justiça, analistas do Ministério Público e servidores do Poder Judiciário.

QUAL SUA OPINIÃO ? COMENTE!

Os comentários não refletem a opinião do portal. Não nos responsabilizamos por eles e em caso de descontentamento use a opção “Denunciar ao Facebook”. Você está sujeito aos nossos Termos de Uso.

NOTÍCIAS RELACIONADAS