OMS quer que governos limitem acesso a bebidas alcoólicas

Segundo a OMS, álcool prejudica a saúde e aumenta comportamentos de risco e a violência.
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Bebida alcoólica proibida
Foto: Joseph V M por Pixabay

A Organização Mundial da Saúde (OMS) pediu para os governos limitarem o acesso a bebidas alcoólicas durante a pandemia do novo coronavírus. Segundo OMS, o consumo provoca danos ao organismo e pode comprometer até a imunidade. Além disso, as bebidas alcoólicas podem aumentar os comportamentos de risco e a violência, inclusive a doméstica.

No mundo, segundo a OMS, o álcool causa 3 milhões de mortes por ano. “Durante a pandemia, devemos realmente nos perguntar quais são os riscos que estamos tomando em deixar pessoas trancadas em casa com uma substância perigosa tanto para suas saúdes quanto pelos efeitos no comportamento, inclusive violência”, afirmou Carina Ferreira-Borges, gerente do Programa de Álcool e Drogas Ilícitas da OMS na Europa.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) ainda alertou sobre mitos relacionados ao uso do álcool. A informação de que a bebida alcoólica mata o novo coronavírus é falsa.

QUAL SUA OPINIÃO? COMENTE!

Os comentários não refletem a opinião do portal. A responsabilidade dos comentários é integralmente de seus autores. Comentários que são considerados como spam ou ofensivos devem ser denunciados diretamente ao Facebook. O Patos Notícias se reserva ao direito de remover postagens que violem seus termos de uso ou as leis vigentes sem prévia notificação. 

NOTÍCIAS RELACIONADAS

REPORTAR ERRO

Sua privacidade é muito importante pra nós! Usamos cookies, rastreadores, para exibir anúncios e conteúdos com base em suas preferências. Os cookies não permitem acesso a informações particulares, como nome, endereço, etc. Conheça nossa política de privacidade e nossos termos de uso.