Novembro azul: após vencer câncer de próstata, jornalista alerta para prevenção

“Quando pegamos a doença no início, temos uma grande chance de curar”, explica o Dr. Fernando Croitor
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
O jornalista Rinaldo de Oliveira comemorando o resultado positivo após 7 dias da cirurgia. FOTO ACERVO PESSOAL

Acostumado a só contar histórias positivas de outras pessoas no Só Notícia Boa desde 2011, o jornalista Rinaldo de Oliveira, de 58 anos, viveu dias de tensão até, enfim, poder dividir com os leitores algo bom que aconteceu com ele mesmo: vencer o câncer de próstata. A sua própria notícia boa aconteceu 13 dias depois da cirurgia de prostatectomia radical feita no último dia 19 de outubro, pelo Dr. Fernando Croitor, em Brasília.

Agora, além da tranquilidade de saber que está livre da doença, o jornalista com mais de 30 anos de carreira quer somar forças ao Novembro Azul, período em que a necessidade de atenção e prevenção ao câncer de próstata ganha ainda mais evidência. Prevenção, inclusive, que foi fundamental para Rinaldo se antecipar, fazer cirurgia e ter o seu diagnóstico positivo.

“Por ter histórico familiar, há anos eu fazia exames periódicos para acompanhar a situação da próstata. Mas o que me levou a procurar o médico este ano foi algo inusitado: muita vontade de fazer xixi. O Dr. Fernando disse: ‘urinar a noite pode ser a próstata, mas no seu caso não parecia ser’. E me pediu diversos exames”, conta Rinaldo.

A operação, explica o urologista Fernando, foi necessária para atacar o câncer antes que ele avançasse para metástase. “Esse câncer era inicial, estava localizado na próstata, e tende a evoluir invadindo a próstata, a pelve, os gânglios da pelve, depois dando metástase. A ideia de operar é justamente a intenção de curar. Então retiramos a doença antes que ela se espalhe. A ideia é matar esse tumor já na raiz, no local onde ele se iniciou que é a próstata, uma glândula que fica entre a bexiga e uretra, na pelve do homem”, esclarece.

Antes da cirurgia, o medo de morrer

Até respirar aliviado, foram três meses de apreensão. Rinaldo relembra que diferentes medos passaram em sua mente. “Dar a notícia para a família, o medo de a cirurgia mexer com a minha masculinidade, o medo de ficar na mesa de cirurgia, de o médico descobrir durante a cirurgia que o câncer já tinha se espalhado… milhares de coisas passam pela cabeça da gente nessa hora”, diz.

A solução encontrada por ele foi buscar apoio na família e se jogar no trabalho que realiza em tornar o dia a dia de outras pessoas mais positivo através das good news produzidas para o Só Notícia Boa. “Passei a trabalhar das 6 da manhã até às 10 da noite de segunda a domingo. E sem perceber bebi da mesma fonte que leva esperança e anima milhões de pessoas: o SNB me ajudou bastante a minimizar o medo, a angústia e a fazer o tempo passar mais rápido”.

Depois que o procedimento foi realizado com sucesso, a alta médica foi dada em menos de 24 horas. Rinaldo vai continuar realizando exames periódicos para continuar tendo atenção à sua saúde. Ficou a lição de que o seu cuidado com a prevenção foi crucial para ter o resultado positivo. Ele chama atenção para que todos os homens escutem seu corpo e deixem de lado preconceitos machistas com o exame de toque, por exemplo.

O Dr. Fernando reforça a mensagem e relembra que o bom combate só é vencido contra a doença se os cuidados estiverem em dia. “Só conseguimos curar se for feito diagnóstico precoce com a doença inicial. Aí sim vamos ter um alto índice de cura, em torno de 80%. Agora, se esperar ter sintomas para só então fazer o diagnóstico, na maioria das vezes nós não vamos curar mais ninguém […] Prevenção é tudo em relação a essa doença, é sinônimo de cura”, ressalta.

Agora, recuperado, Rinaldo vai usar o espaço do Só Notícia Boa para diferentes campanhas em comemoração ao Novembro Azul. Entre as ações, uma série de vídeos mostrando o pós-operatório serão publicados. Um vídeo, em que o jornalista conversa com o Dr. Fernando pode ser conferido clicando aqui.

“Teremos também lives com entrevistas com o Dr. Croitor, e outros pacientes que também conseguiram detectar o câncer de próstata a tempo e hoje estão aí trabalhando e curtindo a vida”, conta Rinaldo. A programação completa pode ser conferida no site e nas redes sociais do portal.

 

Fonte: Agência Educa Mais Brasil

🔔 ATIVAR NOTIFICAÇÕES

QUAL SUA OPINIÃO? COMENTE!

Os comentários não representam a opinião do Patos Notícias. A responsabilidade pelos comentários é dos respectivos autores.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

NEWSLETTER

REPORTAR ERRO

Sua privacidade é muito importante pra nós! Usamos cookies, rastreadores, para exibir anúncios e conteúdos com base em suas preferências. Os cookies não permitem acesso a informações particulares, como nome, endereço, etc. Conheça nossa política de privacidade e nossos termos de uso.