Município do Rio volta a estágio de normalidade após seis dias

Compartilhe

COMPARTILHE NAS REDES SOCIAIS!
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram

A cidade do Rio de Janeiro voltou ao estágio de normalidade às 15h40 da tarde de hoje (30). De acordo com o Centro de Operações da Prefeitura do Rio (COR) isso foi possível porque “não há mais impactos severos nas operações da cidade em decorrência dos bloqueios que existiam em rodovias de acesso ao Rio”.

Caminhoneiros protestam na Rodovia Presidente Dutra, em Seropédica, Rio de Janeiro.

Com redução dos bloqueios nas estradas, município do Rio volta ao estágio de normalidade (Tomaz Silva/Agência Brasil).

O Rio de Janeiro estava sob estágio de atenção, decretado há cinco dias, em decorrência dos impactos da paralisação dos caminhoneiros. Desde ontem, entretanto, o sistema de transporte urbano voltou a funcionar na capital fluminense, assim como as escolas e hospitais, além dos serviços de coleta de lixo.

O Sindicato do Comércio Varejista de Combustíveis e Lubrificantes e de lojas de Conveniência do Município do Rio (Sindcomb) informou que, deste ontem, os caminhões-tanques saem das refinarias sem escolta e, neste ritmo, o abastecimento dos postos deve se normalizar até o próximo final de semana. O abastecimento dos postos vai continuar neste feriado de Corpus Christi e no final de semana para suprir os postos que ainda estão sem estoque.

O município ficou um longo período sob estágio de atenção, determinado pelo COR na sexta-feira passada (25) às 16h30, por causa dos efeitos da paralisação dos caminhoneiros na infraestrutura urbana da cidade, principalmente, na área de transportes.

O estágio de normalidade, é o primeiro de uma escala de três e se caracteriza pela ausência de eventos que podem afetar o cotidiano da cidade. Ao contrário do estágio de atenção, o segundo nível na escala de três e que representa que um ou mais incidentes impactam, no mínimo, uma região, provocando reflexos relevantes na mobilidade.

 

FONTE: Agência Brasil

🔔 ATIVAR NOTIFICAÇÕES

QUAL SUA OPINIÃO? COMENTE!

Os comentários não representam a opinião do Patos Notícias. A responsabilidade pelos comentários é dos respectivos autores.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

NEWSLETTER

REPORTAR ERRO

Sua privacidade é muito importante pra nós! Usamos cookies, rastreadores, para exibir anúncios e conteúdos com base em suas preferências. Os cookies não permitem acesso a informações particulares, como nome, endereço, etc. Conheça nossa política de privacidade e nossos termos de uso.