Mulher tem auxílio bloqueado após golpe, passa por dificuldade e pede ajuda para população

Mãe de cinco filhos, ela disse que foi vítima de um estelionatário que se passou por ministro de Bolsonaro.
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Uma mulher de 32 anos e mãe de cinco filhos alega ter sido vítima de um estelionatário e passar dificuldade após ter perdido o auxílio emergencial. Sem renda, ela pede ajuda a população de Patos de Minas, já que está passando por dificuldades. Adriana dos Santos Marques mora na comunidade rural de Baixadinha, zona rural de Patos de Minas.

Adriana contou a nossa equipe que teve o auxílio emergencial bloqueado após um homem entrar em contato com ela e se passar por um ministro do presidente Bolsonaro. Sem instrução e confiando na pessoa, a mulher forneceu senhas de banco, número de CPF e até foto do cartão do bolsa família para o suposto político. Após um tempo, ela viu que o auxílio dela havia sido bloqueado e ela então ficou sem poder sacar ou retirar o benefício, de mais de mil reais. O golpe não deu certo e o auxílio foi bloqueado pela justiça.

- Continua depois da publicidade -

A mulher é mãe de cinco filhos, quatro meninas e um meninos, com idades entre um e 10 anos. Ele disse que sem dinheiro, ela está com conta de supermercado, água e energia atrasada. Nem dinheiro para comprar gás de cozinha a mulher não tem.

Até que a regularização do benefício seja resolvida, a mulher pede ajuda para a população, já que está passando por dificuldade. O telefone dela é (34) 99975-2310. Qualquer tipo de ajuda é bem-vinda. O endereço dela é Rua Alagoas, 45 – Vila São João – Baixadinha  dos  Gonçalves, município de Patos de Minas.

- Continua depois da publicidade -

QUAL SUA OPINIÃO ? COMENTE!

Os comentários não refletem a opinião do portal. Não nos responsabilizamos por eles e em caso de descontentamento use a opção “Denunciar ao Facebook”. Você está sujeito aos nossos Termos de Uso.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

- Continua depois da publicidade -