Mulher que teve roupas queimadas e casa destruída pelo marido pede ajuda

Bruna Defendi teve todos os móveis quebrados, alimentos jogados fora e todas as roupas queimadas pelo companheiro.
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Uma discussão de casal terminou em caso de polícia na manhã desta quarta-feira (22/10), na Rua da Ladeira, no Bairro Nossa Senhora Aparecida. Após discutir com a esposa de 23 anos por conta de uma suposta traição, o marido de 25 anos chegou a agredi-la, destruiu todos os móveis da casa e ainda ateou fogo nas roupas da jovem. Após o crime, o homem fugiu do local e não foi encontrado pela Polícia Militar. Desesperada e com medo, a jovem pede ajuda para recuperar o que perdeu.

Bruna Defendi dos Santos foi a vítima desse ato covarde. Ela disse que precisa de roupas de tamanho 36 para ela. Além disso, ela também precisa de móveis e eletrodomésticos, já que o marido destruiu tudo que ela tinha. Bruna está morando com a mãe e para entrar em contato, basta ir até a residência dela na Rua da Ladeira 245, no Bairro Nossa Senhora Aparecida, ou pelo telefone (34) 99995-2546.

Segundo informações do boletim de ocorrência, logo pela manhã, o marido da vítima chegou em casa e passou a discutir com ela, alegando uma suposta traição. Ele chegou a dar uma cabeçada no rosto da vítima e depois a ameaçá-la de morte. Com medo, a jovem correu para a casa dos pais, que é próxima ao local, e acionou a Polícia Militar.

Os policiais chegaram ao local e encontraram a casa toda revirada. Móveis como fogão, armários, geladeira e televisão estavam todos danificados. Os alimentos que tinham na casa foram todos espalhados pelo chão. Os armários da cozinha, objetos pessoais e todas as roupas da mulher foram queimadas no quintal da casa. O suspeito já havia evadido antes da chegada da Polícia Militar.

Toda ajuda a Bruna será bem-vinda. A jovem havia adquirido recentemente o mobiliário para morar com o filho, de cinco anos. Porém, agora só lhe restou a roupa do corpo.

QUAL SUA OPINIÃO ? COMENTE!

Os comentários não refletem a opinião do portal. Não nos responsabilizamos por eles e em caso de descontentamento use a opção “Denunciar ao Facebook”. Você está sujeito aos nossos Termos de Uso.

NOTÍCIAS RELACIONADAS