Mulher leva soco na cara e agressor quase é linchado na Orla da Lagoa Grande

O suspeito pediu socorro na base comunitária, reagiu e deu trabalho para ser preso pelo policial.
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Um caso inusitado foi registrado na tarde desta quarta-feira (12/05) pelos militares da Base Comunitária da Polícia Militar na Orla da Lagoa Grande em Patos de Minas. Um homem de 37 anos agrediu uma mulher e quase foi linchado por testemunhas. O suspeito pediu socorro na viatura da Polícia Militar e reagiu a prisão.

O cabo Leonardo da Polícia Militar disse que estava sozinho na base comunitária registrando um boletim de ocorrência de estelionato quando um homem chegou de bicicleta gritando, dizendo que efetuaria disparos e iria matar indivíduos que o perseguiam. O homem estava bastante exaltado e queria sair da viatura policial para buscar uma arma de fogo em casa.

Ao descer da van, o suspeito foi abordado pelo cabo Leonardo. Ele reagiu e deu trabalho para ser dominado pelo militar. Uma idosa que registrava um boletim de ocorrência chegou a ligar no telefone 190 para pedir apoio para o militar, que sozinho tentava conter o homem. O suspeito ainda tentou jogar uma bicicleta contra o policial. Segundo o cabo Leonardo, o homem de 37 anos apresentava ter feito uso de substancias entorpecentes.

Neste momento, chegou três pessoas, sendo dois jovens e uma adolescente, que diziam que o suspeito era covarde e batia em mulher. Várias viaturas e a equipe do GEPMOR chegaram rapidamente ao local, porém o suspeito já havia sido dominado. Dois policiais chegaram a sofrer escoriações ao tentar conter o suspeito, que voltou a reagir.

Após ser contido, uma mulher de 48 anos chegou na viatura com o rosto machucado, apresentando hematoma no olho esquerdo e edema no rosto. Ela disse que havia sido agredida pelo suspeito, que é o companheiro dela. A agressão teria acontecido na ilha da Lagoa Grande. Ainda de acordo com testemunhas, além de dar um soco na cara da mulher, ele ainda teria jogado a bicicleta nela. 

Após pedidos de socorro, as testemunhas partiram para cima do suspeito que ficou ainda mais agressivo com ela. Após testemunhas se aproximarem, ele evadiu de bicicleta e tentou pedir apoio a Polícia Militar.

Cabo Leonardo disse que o homem de 37 anos chegou na base comunitária se fazendo de vítima, mas na verdade se tratava de um suspeito de agressão a mulher. Ainda de acordo com o policial, a mulher estava com rosto bastante machucado. Ela também apresentava hematomas de outras lesões sofridas anteriormente pelo companheiro. A vítima também relatou estar grávida e que o agressor seria o pai da criança.

O homem de 37 anos foi levado para a Delegacia de Polícia Civil. Ele foi preso por ameaça, resistência, desobediência e na lei “Maria da Penha”, porém a mulher não quis representar criminalmente contra o companheiro.

QUAL SUA OPINIÃO? COMENTE!

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
A responsabilidade pelo comentário é totalmente de seu respectivo autor. Comentários com 15 votos negativos a mais que positivos serão removidos automaticamente. Achou um comentário ofensivo? Clique em "denunciar".

NOTÍCIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

NEWSLETTER

REPORTAR ERRO

Sua privacidade é muito importante pra nós! Usamos cookies, rastreadores, para exibir anúncios e conteúdos com base em suas preferências. Os cookies não permitem acesso a informações particulares, como nome, endereço, etc. Conheça nossa política de privacidade e nossos termos de uso.