Mulher dopa caminhoneiro, furta cartão e dinheiro e é presa em hotel de Patos de Minas

O caminhoneiro foi localizado semiconsciente dentro de um posto de combustíveis.
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin


A Polícia Militar prendeu uma mulher de 37 anos que teria dopado um caminhoneiro e furtado os cartões de banco e dinheiro da vítima. O crime aconteceu no estacionamento de um posto na cidade de Presidente Olegário e a mulher foi presa na noite desta segunda-feira (05/07) num hotel do Bairro Lagoa Grande, em Patos de Minas.

Segundo informações do boletim de ocorrência, a filha do caminhoneiro entrou em contato com a Polícia Militar após perceber um comportamento diferente do pai através do aplicativo de mensagens. Ele teria pedido a filha para fazer algumas transações financeiras, que gerou suspeição dos familiares.

Através do sistema de rastreamento do veículo, a filha identificou que o caminhão estava estacionado no pátio de um posto de combustíveis em Presidente Olegário. A Polícia Militar foi acionada e encontrou o caminhoneiro dentro do veículo, semiconsciente e passando mal. Ele foi socorrido por uma ambulância até o hospital municipal de Presidente Olegário.

A partir daí, a Polícia Militar passou a realizar rastreamentos para tentar identificar o que de fato havia acontecido com a vítima, que tem 60 anos. Ainda em contato com a filha, foi possível verificar que uma mulher teria feito transações financeiras em Presidente Olegário e em Patos de Minas. Ela ainda teria tentado fazer compras com o cartão de débito da vítima num supermercado do Bairro Lagoa Grande.

Os militares foram aos locais informados pela filha e, através das câmeras de segurança, foi possível identificar a mulher, de 37 anos. Ainda durante buscas nas imediações do terminal rodoviário, os policiais encontraram a suspeita sentada na porta de uma lanchonete, usando as mesmas roupas que teria tentado realizar as transações.

Ao ser abordada, a mulher negou as acusações. Porém, através das imagens, ela teria confessado o crime. Ela ainda teria inventado uma história de que teria um caso com o caminhoneiro, o que foi desmentido pela filha da vítima.

A mulher relatou aos policiais ainda que teria feito três saques da conta da vítima, totalizando três mil e quinhentos reais. O aparelho celular da vítima também teria sido encontrado junto aos pertences da mulher, que estaria hospedada num hotel nas imediações do terminal rodoviário.

Ainda de acordo com o boletim de ocorrência, parte do dinheiro foi localizado e os policiais também apreenderam comprovantes de depósito feitos pela mulher. Os militares ainda localizaram o material que havia sido comprado no supermercado, usando dinheiro da vítima, e várias cartelas de remédios, que foram usados para dopar a vítima.

O caminhoneiro ficou internado sob observação no Hospital Municipal de Presidente Olegário, acompanhado da filha que saiu do Distrito Federal para acompanhar a ocorrência.

A mulher já possui outras ocorrências policiais por crimes parecidos e é suspeita de fazer parte de uma quadrilha especializada em golpes. Ainda segundo o boletim de ocorrência, os militares encontraram um mapa com roteiros traçados para pegar caronas.

A mulher foi conduzida para a Delegacia de Patos de Minas, juntamente com o material apreendido.

QUAL SUA OPINIÃO? COMENTE!

NOTÍCIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

NEWSLETTER

REPORTAR ERRO

Sua privacidade é muito importante pra nós! Usamos cookies, rastreadores, para exibir anúncios e conteúdos com base em suas preferências. Os cookies não permitem acesso a informações particulares, como nome, endereço, etc. Conheça nossa política de privacidade e nossos termos de uso.